NO ESPAÇO EM BRANCO, ABAIXO, COLOQUE ASSUNTOS DE SEU INTERESSE E PESQUISE.

Carregando...

VISITÔMETRO DO DAX

PROVA SENAI - CGE 2034 - TÉCNICO - 2º SEMESTRE 2011

Em 03/08/2011, os professores especialistas do D.A. Resolve o X da questão !  iniciaram os comentários da prova CGE 2034 - Técnico SENAI - 2º semestre / 2011.

Se você tiver interesse pelo comentário de alguma questão não resolvida desta prova, clique no link abaixo:

LÍNGUA PORTUGUESA

1. Leia as frases abaixo.

I. O atraso da verba foi prejudicial __ÀS__ pesquisas. (PARA AS)
II. Felipe escrevia cartas __A__ muitas garotas. (PARA)
III. O criminoso foi condenado __À__ prisão perpétua. ("PARA" A)

Em relação ao uso da crase, a sequência que completa corretamente as lacunas é:

a. a; à; à.       b. as; a; a.       c. às; à; a.       d. às; a; à.       e. à; às; à.

D.A. RESOLVE


Crase é a fusão da preposição A com os artigos definidos femininos A, AS. Para melhor entender, pode-se perceber que "dentro" da (s) palavra(s) destacada(s) nos espaços a serem preenchidos, existe mais de uma palavra e pode-se, então, trocar por PARA A ou PARA AS. Quando isto não ocorre, não vai se ter crase.
Haverá crase quando se puder perceber que A ou AS podem ser trocados por duas ou mais palavras. Além de se trocar por PARA A ou PARA AS, pode ser, também, ATÉ A ou ATÉ AS, COM A ou COM AS, DA ( = DE + A) ou DAS (= DE + AS), que são as trocas mais comuns.
Pode haver crase, ainda, com os pronomes demonstrativos AQUELE, AQUELA, AQUILO, AQUELES e AQUELAS.
Exemplo: Fui ÀQUELE museu no domingo (...ATÉ AQUELE...). Dirigiram-se ÀQUELA praça (...ATÉ AQUELA...).
Pode-se perceber, então, que crase não ocorre só com palavras femininas, pode ser, também, com palavras masculinas, observa-se em Fui ÀQUELE museu no domingo. AQUELE é pronome demonstrativo, masculino, singular.

Alternativa D.

O texto abaixo se refere às questões 2 e 3.

Cérebro bom não pensa

Você lembra o que estava pensando na última vez em que errou um pênalti? Se você lembra, seu problema pode estar aí mesmo. O que se deve pensar nessa hora crítica é em algo bem mais simples: nada. Este é o resultado de um estudo científico dos neurologistas John Milton, da Universidade de Chicago, e Debbie Crews, da Universidade do Estado do Arizona.
A descoberta aconteceu quando eles monitoravam o cérebro de jogadores de golfe profissional no momento da tacada. Por meio de ressonância magnética, eles perceberam uma baixa atividade cerebral, sobretudo nas áreas que controlam o pensamento consciente.
Os golfistas haviam adquirido a habilidade de tornar o movimento automático.
(...)
Fonte: REZENDE, R. Revista Superinteressante, n. 196, jan 2004.

2. As palavras simples, científico e magnética são corretamente classificadas como

a. adjetivos.       b. substantivos.       c. advérbios.       d. pronomes.       e. verbos.

D.A. RESOLVE


Observe que a palavra simples está referindo-se a algo, ou seja, algo simples; a palavra científico refere-se a estudo: estudo científico; magnética está associando-se à ressonância.
Estas palavras concordam em gênero (masculino ou feminino) e em número (singular ou plural) com as palavras a que se referem, além de estarem melhor explicando-as e dando-lhes qualidade.
A categoria das palavras que dão qualidade ou estado aos substantivos é a dos adjetivos. Os substantivos, neste caso, são algo, estudo e ressonância.

 Alternativa A.

3. Na frase: “Por meio de ressonância magnética, eles perceberam uma baixa atividade cerebral...”, o sujeito é corretamente classificado como

a. oculto.     b. composto.     c. simples.     d. inexistente.     e. indeterminado.

D.A. RESOLVE


Para se identificar o sujeito de uma oração, deve-se, primeiro, localizar e grifar o verbo. Nesta oração, o verbo é PERCEBERAM.
A seguir faz-se a pergunta ao verbo: Quem percebeu? R.: Eles.
O sujeito ELES tem, apenas, um núcleo, uma palavra mais importante, é considerado SIMPLES; aparece na oração, então é DETERMINADO, CLARO ou EXPRESSO; pratica uma ação, AGENTE.

Alternativa C.

4. Assinale a alternativa em que o pronome destacado está corretamente empregado.

a. Não sei por que trouxeram eu até aqui.
b. Isso é o que lhe parece.
c. Espero que você possa ir com nós.
d. Seus livros, entregue-lhes a nós.
e. Calma, deixe eu pensar um pouco.

D.A. RESOLVE

Nas cinco alternativas, empregam-se pronomes pessoais oblíquos, pois funcionam como complementos. Na alternativa A, o emprego será ME, antes do verbo por causa de por que; na alternativa C, pelo emprego da preposição COM, o resultado será CONOSCO; a alternativa D não poderá ter o pronome LHES, pronome pessoal oblíquo, empregado como complemento indireto = A ELES = AOS LIVROS, o correto será OS = OS LIVROS, complemento direto do verbo: ... entregue-OS... (= ... entregue OS LIVROS...); na alternativa E, emprega-se ME  ( = ... deixe-ME...). Esta é a única condição em que se emprega pronome pessoal oblíquo, exercendo a função de sujeito de uma oração, isto porque o pronome inicia uma oração com verbo no infinitivo. Normalmente, é, sempre, empregado o pronome pessoal do caso reto, pois só estes podem exercer a função de sujeito de orações. No entanto, na alternativa E, deve-se usar pronome pessoal oblíquo porque a oração que tem verbo no infinitivo: "... pensar um pouco", exerce a função de complemento (objeto direto) da oração " Calma, deixe..." Deixe o que? "... me pensar um pouco.". A alternativa B apresenta o verbo parecer, empregado no sentido de ser crível, ser verdadeiro: Isto é aquilo (=alguma coisa) que é verdadeiro A ELE, A ELA ou A VOCÊ. O emprego do pronome pessoal oblíquo LHE está correto, pois está empregado como complemento indireto, A ELE, A ELA ou A VOCÊ e deve vir antes do verbo por ser atraído pelo pronome relativo QUE.

Alternativa B.

Observe os quadrinhos e responda à questão 5.


Fonte: www.uol.com.br/glauco.

5. No quadrinho número 3, a mãe conclui que o cão perdeu

a. por achar que seu filho é mais inteligente.
b. ao ver que ele não sabe jogar.
c. por saber que seu filho joga muito bem.
d. ao perceber que ele estava bravo.
e. ao saber que seu filho roubou no jogo.

D.A. RESOLVE

Iniciemos a interpretação pelo quadrinho 2, com a demonstração de excessiva raiva, manifestada pelos dentes bem expostos do cão, mostrando que este acabou de perder para o garoto que se apresenta tranquilo e segurando um sorvete e um sanduíche, talvez, até, tenha sido o símbolo da aposta (... quem vencer, ganha um sorvete e um sanduíche...). O objetivo da questão está, no quadrinho 3, na fala da mãe, em que aparece a palavra SEMPRE e pode revelar que seu filho roubou mais uma vez..., pois ela diz " o cachorrão SEMPRE perde!". 


Alternativa E, embora o gabarito oficial apresente alternativa D.

O texto abaixo se refere às questões 6 e 7.

Entre cravos e espinhas

Felizes mesmo são os 20% dos jovens que não têm problemas com espinhas. Mas, se você está entre os outros 80%, alegre-se: cientistas alemães da Universidade de Georg-August mapearam os 2.333 genes da bactéria Propionibacterium acnes, um dos principais responsáveis pelas bolotas de pus.
Segundo o pesquisador Gerhard Gotschalk, conhecendo o genoma da bactéria, será possível criar remédios que consigam frear sua reprodução, reduzindo o problema. “Descobrimos também um grupo de enzimas dedicadas à degradação da nossa pele. Acredito que, em três anos, teremos medicamentos disponíveis contra isso”, diz ele.
Mas não pense que isso será o fim de todos os problemas. A Propionibacterium acnes tem culpa no cartório, mas parte do problema continua em nós mesmos. Com a chegada à adolescência, os hormônios fazem a produção de gordura aumentar, entupindo as saídas das glândulas sebáceas e formando aqueles pontinhos na pele. Esse acúmulo de gordura é um banquete para a bactéria, que, após a refeição, libera as substâncias que causam a acne.
Fonte: CHERNIJ, C. Revista Superinteressante, n. 206, nov. 2004.

6. Em: “Com a chegada à adolescência, os hormônios fazem a produção de gordura aumentar...”, o verbo fazer foi usado

a. na voz passiva.
b. no infinitivo.
c. na voz ativa.
d. no pretérito perfeito.
e. no gerúndio.

D.A. RESOLVE

A oração "... os hormônios fazem a produção de gordura aumentar..." apresenta o verbo fazer na 3ª pessoa do plural do presente do Indicativo, indicando que a ação acontece, no momento da chegada da adolescência. Apresenta-se com verbo em tempo simples e a situação acontecendo. O sujeito da oração é os hormônios que pratica uma ação, a de fazer (a produção de gordura aumentar). Quando o sujeito pratica uma ação e o verbo demonstrando esta ação, a oração está na voz ativa.

Alternativa C.

7. Em: “A Propionibacterium acnes tem culpa no cartório, mas parte do problema continua em nós mesmos.”, a relação entre as orações é de

a. causa.     b. concessão.     c. consequência.     d. condição.     e. adversidade.

D.A. RESOLVE

O período é composto de duas orações: “A Propionibacterium acnes tem culpa no cartório,..." e  "...mas parte do problema continua em nós mesmos.”
Elas estão ligadas pela conjunção coordenativa adversativa MAS, que apresenta duas ideias opostas, adversárias, que se contradizem, em termos de sentido, daí, a relação estabelecida é de adversidade.

Alternativa E.

O texto abaixo se refere às questões 8 e 9.

Por água abaixo

Os governantes de Aliso Viejo, Estados Unidos, propuseram uma lei para limitar produtos feitos com monóxido de dihidrogênio, uma substância presente em quase todos os venenos e que, se inalada, pode levar à morte. A proposta de lei perdurou até a hora em que eles descobriram a fórmula da substância: H2O, ou seja, água. A denúncia era apenas uma brincadeira feita por alguns sites.

Fonte: KENSKI, R. Revista Superinteressante, n. 201, jun. 2004.

8. O texto sugere que, após ser descoberta a fórmula da substância, a proposta foi esquecida porque

a. controlar o uso da água não seria permitido.
b. seria ridículo limitar o uso da água pelos motivos alegados.
c. a água deve ser usada em qualquer produto.
d. não se pode proibir o uso de substâncias químicas.
e. seria impossível deter a fabricação de venenos.

D.A. RESOLVE

Como informa a última oração da mensagem, acima, tratou-se de uma brincadeira, pois monóxido de dihidrogênio, substância encontrada e pesquisada, nada mais era que água: H2O e utilizada na fabricação da maioria dos venenos e um elemento de suma importância para o ser humano sobreviver.

Alternativa B.

9. Os termos propuseram, substância e perdurou, encontrados no texto, podem ser substituídos, sem que o mesmo perca seu sentido, respectivamente, por

a. exigiram, átomo e valeu.
b. solicitaram, molécula e vigorou.
c. criaram, componente e ficou.
d. negaram, partícula e permaneceu.
e. sugeriram, elemento e existiu.

D.A. RESOLVE

A questão trata do emprego de sinônimos, palavras que apresentam os mesmos significados e, quando substituídas em frases, mantêm o mesmo entendimento, sem alterar-lhes nada.

Alternativa E.

O texto abaixo se refere às questões 10 e 11.

Moderno até na morte

A companhia austríaca Fuerrot inventou uma lápide que, além de brilhar no escuro, possui um painel de luzes que divulga o nome, a data da morte e outras informações sobre o falecido. Tudo abastecido por energia solar. Diz a empresa que o objetivo é “colocar um fim na idade da pedra”.

Fonte: KENSKI, R. Revista Superinteressante, n. 196, jan. 2004.

10. De acordo com a posição da sílaba tônica, as palavras lápide, divulga e informações são classificadas, respectivamente, como

a. proparoxítona, paroxítona e oxítona.
b. proparoxítona, oxítona e paroxítona.
c. paroxítona, oxítona e proparoxítona.
d. oxítona, paroxítona e proparoxítona.
e. paroxítona, proparoxítona e oxítona.

D.A. RESOLVE

Entende-se por sílaba tônica, o pedaço mais forte de pronúncia de uma palavra, aquela em que se apoia para dar-lhe melhor pronúncia.
Para serem identificadas as sílabas tônicas das palavras citadas, deve-se separá-las em partes, em pedaços, ou seja, em sílabas.
Tem-se, então, LÁ-pi-dedi-VUL-ga e in-for-ma-ÇÕES. Os pedaços destacados são as silabas de apoio das palavras e demonstram sua maior intensidade de pronúncia, sua sílaba mais forte, a sílaba tônica.
Pela disposição delas nas palavras, acima, classificam-nas, respectivamente, como proparoxítona (a sílaba tônica, a pronúncia mais forte está na antepenúltima sílaba), como paroxítona (a sílaba tônica, a pronúncia mais forte está na penúltima sílaba) e como oxítona (a sílaba tônica, a pronúncia mais forte está na última sílaba).


Alternativa A.


11. No texto, os verbos inventar, possuir e dizer estão conjugados no modo Indicativo e, respectivamente, nos tempos

a. presente, pretérito perfeito e futuro do presente.
b. pretérito perfeito, presente e presente.
c. futuro do pretérito, presente e pretérito imperfeito.
d. pretérito imperfeito, presente e futuro do presente.
e. futuro do presente, pretérito imperfeito e pretérito perfeito.

D.A. RESOLVE

Observa-se a primeira oração "A companhia austríaca Fuerrot INVENTOU uma lápide...", nela se percebe que ação já aconteceu, está no passado, pela terminação do verbo INVENTAR, na pessoa ELA (= a companhia austríaca Fuerrot). A ação já ocorreu e concretizou-se, encerrou-se.
A segunda "...(a lápide) POSSUI um painel de luzes..." informa que a lápide POSSUI, ação que está acontecendo, está no momento presente e, portanto, não se encerrou e está na 3ª pessoa do singular, do referindo-se a ela (=a lápide)
O mesmo ocorre com a terceira oração "A empresa DIZ que o objetivo...", o verbo está na 3ª pessoa do singular, ação que está acontecendo, está sendo mostrada no momento presente.

Alternativa B.

Observe os quadrinhos e responda à questão 12.


Fonte: http://www.portaldamonica.com.br.

12. No quadrinho no 4, a palavra “chomp” é corretamente classificada como

a. adjetivo.     b. substantivo.     c. neologismo.     d. onomatopeia.     e. interjeição.

D.A. RESOLVE

Nos dois primeiros quadrinhos, o bebê negou-se a comer, mesmo sendo estimulado pela mulher; no entanto, algo estava para acontecer, observa-se no quadrinho 3, a informação pela exclamação do bebê.
No quadrinho 4, o bebê comeu sozinho, pois a irmã aproximou-se e estava com muita vontade de comer a comida dele.
Os sons "chomp", foram manifestados pelo ato dele comer, com bastante rapidez. Quando se utilizam sons para representar atitudes, ações dos seres vivos, tem-se uma figura de linguagem muito conhecida e de grande uso pelas pessoas, pelo efeito causado pela mensagem, em vez de emprego de palavras. Os sons, por si só, já dizem tudo.

Alternativa D.


O texto abaixo se refere à questão 13.

Feijoada legal

Prestes a atacar vorazmente o pratão de feijoada que acaba de ser servido, o leitor nem se lembra de que muita regulamentação incide sobre cada um dos ingredientes da receita mais típica da cozinha brasileira. Desde o fim da primeira metade do século XX, 555 instituições normativas, ofícios, atos, portarias, resoluções, medidas provisórias, decretos e leis contemplam, direta ou indiretamente, os componentes dessa iguaria e de seu mais importante acompanhamento, a caipirinha.
Parece um exagero burocrático dentro de um simples prato de comida, mas a maioria das regulamentações é feita para garantir a qualidade do que enche a barriga do brasileiro. O Ministério da Agricultura tem órgãos que regulam tanto os alimentos de origem animal quanto vegetal. Há legislação específica para a produção de sementes, o controle de pragas, a produção e classificação dos vegetais e o uso de defensivos agrícolas.
(...)
Fonte: PIMENTA JR., E. Revista Superinteressante, n. 201, jun. 2004.

13. Em: “a maioria das regulamentações é feita para garantir a qualidade do que enche a barriga do brasileiro.”, o verbo fazer foi usado

a. no gerúndio.
b. no pretérito imperfeito.
c. na voz passiva.
d. na voz ativa.
e. no infinitivo.

D.A. RESOLVE


No período acima, o verbo FAZER encontra-se no particípio, tempo verbal que precisa de outro verbo para formar a locução verbal e apresentar-lhe o sentido. Neste caso, o verbo auxiliar é o verbo SER, representado pela 3ª pessoa do singular do presente do Indicativo: É.
Percebe-se em "... a maioria das regulamentações é feita..." que é por alguém, oculto na oração, que é feita a maioria das regulamentações. Portanto, a maioria das regulamentações  é o sujeito da oração, considerado simples, expresso / claro / determinado e paciente, pois recebe a ação de alguém para fazê-la.
Quando se tem, sujeito paciente + verbo duplo (formado de verbo auxiliar e verbo principal no particípio) e um ser praticando a ação (agente da passiva), tem-se voz passiva.

Alternativa C.

O texto abaixo se refere às questões 14 e 15.

Chanel de corpo e alma

Depois das memoráveis atuações como Maria Callas, Carmen Miranda e Dalva de Oliveira, Marília Pêra faz a genial estilista francesa renascer no palco da Faap.
São nada menos que oitenta peças exibidas por mês nas cerca de 100 salas espalhadas pela cidade. No mesmo fim de semana, é possível escolher entre a comédia Veneza, com Laura Cardoso e Arlete Salles, e o supermusical Chicago. Por sua variedade e qualidade, o teatro é sempre motivo de orgulho para o paulistano. Mas dificilmente uma montagem causa tanto burburinho antes mesmo de abrir sua temporada oficial. Duas semanas antes, 3.200 pessoas tiveram o privilégio de ver as pré-estréias de Mademoiselle Chanel no Teatro Faap. Quase todas saíram encantadas. Em cartaz desde o último dia 29, o espetáculo que custou 1 milhão de reais tem tudo para ser a sensação do ano nos palcos graças a uma rara combinação.
(...)
Fonte: CENTOFANTI, M., GUSMÃO, M. B. e SANTOS, M. Revista Veja SP, 9 jun. 2004.

14. Os termos cerca, variedade e montagem, encontrados no texto, podem ser substituídos, sem que o mesmo perca seu sentido, respectivamente, por

a. quase, quantidade e encenação.
b. aproximadamente, diversidade e peça.
c. mais de, sofisticação e espetáculo.
d. várias, excelência e apresentação.
e. muitas, grandiosidade e demonstração.

D.A. RESOLVE

A questão trata do emprego de sinônimos, palavras que apresentam os mesmos significados e, quando substituídas em frases, mantêm o mesmo entendimento, sem alterar-lhes nada.

Alternativa B.

15. Ao afirmar que “...dificilmente uma montagem causa tanto burburinho antes mesmo de abrir sua temporada oficial.”, o texto sugere que a peça chama a atenção porque

a. tem uma produção de qualidade fora do comum.
b. apresenta uma atriz famosa da televisão.
c. é o espetáculo mais caro dos últimos anos.
d. era esperada há muito tempo.
e. apresenta um time de estrelas nunca antes reunido.

D.A. RESOLVE

Pela qualidade do espetáculo teatral, pela consagrada atriz Marília Pera e por ter um assunto que cause tanto interesse, pois Mme. Chanel foi a mais marcante personalidade estilista de roupas femininas de todos os tempos, todas estas referências refletem a alta valorização e o reconhecimento do público sobre essa produção artística contemporânea.

Alternativa A.

O texto abaixo se refere às questões 16 e 17.

Elas querem o cheiro do papai

Mulheres preferem homens que têm o cheiro parecido com o de seus pais. É o que provou a pesquisa de Martha McClintock e Carole Ober, da Universidade de Chicago.
As pesquisadoras fizeram um experimento curioso: pegaram camisetas usadas – e não lavadas – de homens e entregaram para 49 mulheres cheirar. Em seguida, perguntaram a elas qual daqueles odores elas preferiam ter ao seu lado, na cama, por toda a vida.
O resultado surpreendeu as pesquisadoras. A grande maioria escolheu camisetas de homens com um perfil genético muito parecido com o de seus pais. As cientistas esperavam o oposto, já que a variabilidade genética em geral é vista como uma vantagem pelos geneticistas – e um bom jeito de obter variabilidade genética é escolhendo pessoas com genes bem diferentes dos da própria família.
(...)
Fonte: BURGIERMAN, D. R. Revista Superinteressante, n. 176, maio 2002.

16. No trecho: “As pesquisadoras fizeram um experimento curioso”, o termo destacado é sintaticamente classificado como

a. objeto direto.
b. aposto.
c. complemento nominal.
d. adjunto adnominal.
e. objeto indireto.

D.A. RESOLVE

Sintaxe trata das função das palavras nas orações. As palavras destacadas, nesta questão, classificam-se como complemento do verbo FAZER. Fizeram o que? R.: um experimento curioso.
O verbo FAZER é transitivo, isto é, um verbo de grande importância e sentido na oração, mas que precisa de complemento para dar-lhe total significado; pela própria pergunta feita: Fizeram o que? as palavras, em negrito, são objeto direto do verbo FAZER.

Alternativa A.

17. A ordem alfabética correta das palavras preferem, perguntaram, pesquisadoras e perfil é

a. perguntaram, perfil, pesquisadoras e preferem.
b. pesquisadoras, perfil, perguntaram e preferem.
c. perfil, pesquisadoras, preferem e perguntaram.
d. preferem, perguntaram, perfil e pesquisadoras.
e. perfil, perguntaram, pesquisadoras e preferem.

D.A. RESOLVE

Ordem alfabética é a sequência como as palavras aparecem no dicionário, isto é, a sua posição e colocação de acordo com as letras que a compõem.
As quatro palavras iniciam-se pela letra P, e 3 apresentam a letra E, após a letra P.
Nota-se que PREFEREM deve ser a última palavra da rigorosa ordem alfabética, pois após a letra P, encontra-se a letra R em sua escrita.
As palavras PERGUNTARAM e PERFIL, deverão ser, respectivamente, 2ª e 1ª palavras dessa ordem alfabética: P-E-R-, as duas têm em sua sequência lógica, no entanto, a letra F vem antes da letra G, em nosso Alfabeto.
Ainda, pela formação alfabética, P-E-S vem depois de P-E-R.
A sequência é PERFIL - PERGUNTARAM - PESQUISADORAS - PREFEREM.

Alternativa E.

O texto abaixo se refere às questões 18 e 19.

Super armas U.S.A.

Uma silenciosa – e caríssima – revolução está em andamento na indústria bélica americana. A próxima geração de armamentos parece ter sido inventada por um fã de ficção científica e pode estar disponível em apenas 20 anos. A guerra do futuro será feita com laser, mísseis hipersônicos, estações espaciais, veículos não-tripulados e balística eletrônica.
A automatização é a grande tendência. Nos novos cenários da guerra, as armas serão cada vez mais extensões dos soldados, deixando-os menos expostos a situações de risco. As células terroristas, capazes de ataques coordenados e fulminantes, são os principais alvos da nova tecnologia armamentista. (...)

Fonte: PIMENTA JR., E. Revista Superinteressante, n. 202, jul. 2004.

18. Segundo o texto, “A próxima geração de armamentos parece ter sido inventada por um fã de ficção científica...” porque

a. será desenvolvida com imensa criatividade.
b. não possuirá tecnologia avançada.
c. possuirá uma tecnologia aparentemente impossível.
d. não oferecerá grandes riscos para os soldados.
e. será capaz de garantir o salvamento de muitas vidas.

D.A. RESOLVE

A ficção científica é, sempre, fruto de alta imaginação e criatividade tecnológicas, capazes de superar e de promover altos desempenhos impossíveis de serem comparados. Pena é que muitos inventos caminhem para o mal, para a destruição e para comprovar o poder -- um poder sem fundamento para um mundo que está buscando a paz e a harmonia para sobreviver melhor.

Alternativa C.

19. Em: “Nos novos cenários da guerra, as armas serão cada vez mais extensões dos soldados, deixando-os menos expostos a situações de risco.”, o verbo ser concorda com

a. novos cenários.
b. guerra.
c. soldados.
d. as armas.
e. situações.

D.A. RESOLVE

A questão trata do assunto concordância verbal, em que o verbo deve concordar em número (singular ou plural) e pessoa (1ª, 2ª ou 3ª) com o sujeito da oração.
O verbo ser está na 3ª pessoa do plural do presente do Indicativo e faz a ligação entre o sujeito as armas ( sujeito simples, na 3ª pessoa do plural) com extensões dos soldados (predicativo).

Alternativa D.

O texto abaixo se refere à questão 20.

Branco e preto

A universidade americana de Yale promoveu em setembro uma conferência de dois dias para discutir um só assunto( ) Michael Jackson. “Ele é um caso interessante para estudos de raça e gênero( ) um tópico adequado para unir as disciplinas”, afirmou o editorial do jornal da universidade( )

Fonte: KENSKI, R. Revista Superinteressante, n. 206, nov. 2004.

20. Nos espaços entre parênteses – destacados no texto – estão faltando, respectivamente, os seguintes sinais de pontuação:

a. vírgula; dois-pontos; ponto de exclamação.
b. ponto-e-vírgula; vírgula; reticências.
c. dois-pontos; ponto-e-vírgula; reticências.
d. vírgula; ponto-e-vírgula; ponto final.
e. dois-pontos; vírgula; ponto final.

D.A. RESOLVE

A pontuação tem grande importância na comunicação escrita, pois possibilita maior e melhor clareza e entendimento entre o emissor e o receptor da mensagem, para que ela saia e chegue com total interesse pelas partes. Destaca-se, também, na comunicação oral pela melhor pronúncia e melhor cadência comunicativas.
No texto, acima, o primeiro sinal de pontuação registra o destaque e o foco do assunto que é Michael Jackson. Neste caso, colocam-se dois pontos, pois a função do nome Michael Jackson, na oração, é de aposto. Ele foi o destaque, a referência, o foco do assunto.
O segundo símbolo está sendo empregado na enumeração de elementos, na contínua citação deles, daí a vírgula.
Para finalizar a mensagem citada, coloca-se ponto final.

Alternativa E.

Em breve, comentários das questões das demais disciplinas. Aguarde...

MATEMÁTICA

21. Um ser humano em repouso consome a quantidade de energia, por unidade de tempo, equivalente a manter acesa uma lâmpada de 100 Watts. Considerando que a população mundial seja de

 habitantes, a energia que ela consome em repouso, por unidade de tempo, é












22. Dois carros, A e B, partem de um mesmo ponto. O carro A toma o sentido norte e após percorrer 5 km para, enquanto o carro B toma o sentido leste e após percorrer 12 km também para. A distância (d) entre os dois carros após essas paradas é de


a. 10 km.       b. 12 km.       c. 13 km.       d. 14 km.        e. 15 km.

23. Uma plataforma marítima extrai 60.000 barris diários de petróleo, avaliados em R$ 5.400.000,00. O preço de um barril de petróleo é de

a. R$ 90,00.       b. R$ 89,00.       c. R$ 88,00.       d. R$ 91,00.       e. R$ 92,00.

24. Dona Rosinha, famosa doceira, vende seus bolos de chocolate a R$ 12,00 cada unidade, aos domingos, na “feirinha de Santos”. Se nesse domingo, Dona Rosinha, gastou R$ 60,00 para confecção de seu famoso produto, para obter lucro, Dona Rosinha deverá vender, no mínimo

a. 5 bolos de chocolate.
b. 6 bolos de chocolate.
c. 7 bolos de chocolate.
d. 8 bolos de chocolate.
e. 9 bolos de chocolate.

25. A diária do hotel CASTELAR é de R$ 150,00. O hotel MIRAMAR, para os dois primeiros dias de hospedagem, cobra diária de R$ 160,00; do terceiro dia em diante, cobra R$ 140,00. Amarildo calcula que ficará hospedado por 5 dias e escolhe o hotel mais barato, onde pagará

a. R$ 710,00.
b. R$ 720,00.
c. R$ 730,00.
d. R$ 740,00.
e. R$ 750,00.

26. Os meses de inverno concentram um fenômeno meteorológico que retém a poluição atmosférica perto do solo, é a inversão térmica. Nessa época, na cidade de São Paulo ocorre, em média, uma inversão térmica a cada três dias consecutivos.
Fonte: adaptado de: O Estado de S. Paulo, São Paulo, 8 maio 2004.

Com base nos dados acima é possível dizer que num período de 90 dias consecutivos, no inverno, o número de inversões térmicas que ocorrem, em média, na cidade de São Paulo é

a. 15.          b. 30.          c. 35.          d. 40.          e. 45.

27. João ganha R$ 600,00 por mês. Do seu salário, são descontados 9 % para a previdência social.
João paga para a previdência social,

a. R$ 109,00.       b. R$ 90,00.       c. R$ 66,00.       d. R$ 60,90.       e. R$ 54,00.

28. Mário colocou um banquinho sobre a mesa para poder trocar a lâmpada da sua sala. Observe a figura.


Mário alcança 1,82 m de altura. Então, a altura do banquinho e a altura da sala são, respectivamente,

a. 0,30 m e 2,87 m.
b. 0,69 m e 6,26 m.
c. 0,69 m e 3,56 m.
d. 0,99 m e 3,56 m.
e. 4,33 m e 6,26 m.

29. Uma empresa tem a receber 10.000 dólares. Se o dólar estiver cotado a R$ 2,85, a empresa receberá em reais

a. 285,00.
b. 2.850,00.
c. 28.500,00.
d. 285.000,00.
e. 2.850.000,00.

30. “Entre as 40.000 espécies de plantas da Amazônia, 30.000 são endêmicas, ou seja, só existem ali.”

Fonte: O Estado de S. Paulo, 5 dez. 2002.

Podemos afirmar que a razão do número de plantas endêmicas para o número total de espécies de plantas da Amazônia é de

a. 1/4.       b.1/3.       c. 2/3.       d. 3/4.       e. 4/3.

31. Uma empresa de saneamento vendeu 3.800 de água reaproveitável (água de reuso) por R$ 1.900,00. O preço de venda de um metro cúbico dessa água foi de

a. R$ 0,50.       b. R$ 0,20.       c. R$ 0,10.       d. R$ 0,05.      e. R$ 0,02.

32. Um círculo com raio de 10 cm foi dividido em 6 partes iguais. A área de cada um dos setores circulares assim obtido vale, aproximadamente,


a. 72,6 cm².      b. 69,5 cm².       c. 62,8 cm².      d. 52,3 cm².      e. 51,4 cm².

33. Zico, um dos cooperados de uma recicladora de pneus, entregou na segunda-feira 2 pneus usados de automóvel e 1 pneu usado de caminhonete, recebendo R$ 1,80. No dia seguinte, Zico entregou 1 pneu usado de automóvel e 2 pneus usados de caminhonete, recebendo R$ 2,10. O preço que essa recicladora paga por um pneu usado de automóvel é de

a. R$ 0,50.      b. R$ 0,60.      c. R$ 0,70.     d. R$ 0,80.      e. R$ 0,90.

34. Para a fabricação de 1 tonelada de papel reciclado são usados 100.000 litros de água enquanto que para a fabricação da mesma quantidade de papel comum, são usados 300.000 litros de água.
A razão entre a quantidade de água utilizada para a reciclagem e a quantidade de água utilizada para a fabricação comum de papel é de

a. 1/3.       b. 1/30.       c. 1/300.       d. 10/3.        e. 100/3.

35. Há diferentes tipos de lixo. Por exemplo, o lixo metálico constituído de latas de conserva, latas de bebidas confeccionadas em alumínio, etc.
Nos países industrializados, cada pessoa usa, em média, 26 kg de alumínio por ano e somente 1/3 desse alumínio é reciclado.
Uma pessoa recicla, aproximadamente, de

a. 4 a 5 kg de alumínio por ano.
b. 5 a 6 kg de alumínio por ano.
c. 6 a 7 kg de alumínio por ano.
d. 7 a 8 kg de alumínio por ano.
e. 8 a 9 kg de alumínio por ano.

36. “Uma pesquisa feita com 22.518 brasileiros, em 11 cidades, revelou que 45% dormem mal.”

Fonte: Pesquisa Roche. Sociedade Brasileira de Neurofisiologia.

De acordo com a pesquisa, o número de brasileiros que dorme mal é de, aproximadamente,

a. 10.113.       b. 10.133.       c. 10.358.       d. 10.583.        e. 10.808.

37. Foram gastos 3/5 do conteúdo de um tanque cheio com 50 litros de álcool. A quantidade de litros de álcool que restou nesse tanque é de

a. 32.       b. 28.       c. 25.       d. 24.       e. 20.

38. Um supermercado possui 15 caixas de atendimento, como mostra a figura abaixo. Nela, os caixas estão representados através de pontos numerados. A distância (d), em metros, entre o caixa 1 e o caixa 15 é de


a. 18.          b. 20.          c. 21.          d. 24.          e. 25.

39. O senhor Carlos, ao ser perguntado por um jovem sobre sua idade, respondeu: “Eleve 12 ao quadrado e, do resultado obtido, subtraia 4 ao cubo. Assim calculando, você descobrirá qual é a minha idade.” A idade do senhor Carlos é

a. 74 anos.      b. 75 anos.      c. 78 anos.       d. 80 anos.       e. 90 anos.

40. A corrida da maratona dos Jogos Olímpicos de Atenas de 2004 foi vencida no tempo de 2 h 10 min 55 s. O atleta brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima chegou 76 segundos depois, marcando o tempo de

a. 2 11 min 29 s.
b. 2 12 min 11 s.
c. 2 12 min 16 s.
d. 2 12 min 20 s.
e. 2 12 min 31 s.

CIÊNCIAS DA NATUREZA

41. Observe a figura.


Se “toda direção tem sempre dois sentidos”, então a direção e os dois sentidos podem ser representados, respectivamente, por

a. linha AB; de B para A; de A para B.
b. de A para B; linha AB; de B para A.
c. de B para A; de A para B; linha AB.
d. de B para A; linha AB; de A para B.
e. de B para A; linha AB; linha AB.

42. Observe a equação:


A equação representa a ____, que necessita de ____ e produz ____.

A alternativa que completa respectivamente as lacunas é

a. respiração – clorofila – glicose
b. fotossíntese – gás carbônico – energia
c. respiração – gás carbônico – glicose
d. fotossíntese – energia luminosa – glicose
e. respiração – energia luminosa – glicose

43. Georges Simon Ohm verificou experimentalmente que, para alguns condutores, dividindo-se a tensão elétrica (U) pela correspondente intensidade (i) da corrente elétrica, obtém-se o valor da resistência (R) de um resistor.
Essa relação pode ser representada por:


Então, se a tensão for de 6 V e a intensidade for de 3 A, a resistência elétrica será de 2  ohms.
Para dobrar a intensidade, com o mesmo valor de resistência, a tensão deverá ser de

a. 3 V.       b. 4 V.       c. 8 V.       d. 10 V.        e. 12 V.

44. Ao fazer vibrar a corda de um violão, Ana percebeu que quanto mais fina e curta a corda, mais agudo é o som. Para estudar o caso, ela fez o seguinte esquema:


Ao comparar as cordas do esquema, Ana pode afirmar que o som da corda

a. A é mais agudo que o da E.
b. C é mais grave que o da A.
c. E é mais grave que o da D.
d. B é mais grave que o da C.
e. D é mais grave que o da B.

45. Marcos deixou cair, acidentalmente, um pouco de ácido clorídrico (HCl) sobre uma superfície.
Atendendo o pedido do professor, misturou hidróxido de sódio (NaOH) ao ácido. Passados alguns minutos, ao analisar as substâncias resultantes, encontrou uma reação de

a. dupla troca, H2Na + ClO.
b. neutralização, NaCl + H2O.
c. simples troca, NaO + ClH.
d. análise, NaOH + ClH.
e. síntese, H2ClO + NaH.

46. A frase: “os seres autótrofos fotossintetizantes dependem da luz para sobreviver”, refere-se aos

a. animais decompositores.
b. vegetais decompositores.
c. animais onívoros.
d. vegetais onívoros.
e. vegetais verdes.

47. A velocidade de propagação do som no ar atmosférico é de 340 m/s e a da luz é de 300.000 km/s.
Durante uma tempestade, o relâmpago e o trovão formam-se ao mesmo tempo.
O que percebemos primeiro é o

a. relâmpago, porque a velocidade da luz é maior.
b. trovão, porque a velocidade do som é menor.
c. trovão, porque a velocidade da luz é maior.
d. relâmpago, porque a velocidade do som é maior.
e. trovão, porque nossa percepção para o som é maior.

48. Marcos está treinando para uma competição em sua escola e para isso cronometrou o tempo de sua corrida no espaço de 100 m, lançando o resultado no gráfico abaixo:


Analisando o gráfico, você pode concluir que Marcos movimentou-se à velocidade

a. positiva, percorrendo 800 m.
b. negativa, percorrendo 80 m.
c. constante, percorrendo 80 m.
d. constante, percorrendo 800 m.
e. negativa, percorrendo 800 m.

49. Alguns cuidados podem ser tomados para diminuir as perdas térmicas em uma geladeira, como os apresentados a seguir:

· Distribuir os alimentos nas prateleiras deixando espaços vazios entre eles, para que ocorra a circulação do ar frio para baixo e do ar quente para cima.
· Manter as paredes do congelador com camada bem fina de gelo, para não dificultar a troca de calor no congelador.
· Não colocar alimentos quentes na geladeira, para evitar aumento da temperatura interna.

De acordo com os cuidados apresentados, é correto afirmar que o ar

a. quente desce porque é mais denso.
b. frio sobe e esfria o congelador.
c. quente funde na parte do motor.
d. frio desce porque é mais denso.
e. quente solidifica no congelador.

50. À mesma temperatura, os metais dilatam-se mais que o vidro.
Paulo tentou abrir a tampa metálica de um vidro de azeitonas em conserva e não conseguiu.
Em seguida, colocou o frasco de conserva em um recipiente com água quente, como na figura.


Depois desse procedimento,

a. a tampa metálica sofreu contração e não pôde ser retirada.
b. o vidro diminuiu seu diâmetro e a tampa pôde ser retirada.
c. a tampa metálica pôde ser facilmente retirada porque aumentou seu diâmetro.
d. o vidro contraiu-se, a tampa dilatou-se e não pôde ser retirada.
e. o vidro dilatou-se, a tampa contraiu-se e pôde ser retirada.

51. Em todos os momentos da vida, todas as células vivas, vegetais ou animais, precisam extrair a energia acumulada nas moléculas de açúcares e amidos. Esse processo pode ser assim representado:


O fenômeno representado na equação é

a. excreção.
b. circulação.
c. fermentação.
d. fotossíntese.
e. respiração.

52. Um menino coloca uma pedra em um estilingue, puxa o elástico e solta-o, atirando a pedra a uma determinada distância. O menino transfere energia para o elástico. O elástico transfere energia para a pedra.

A energia armazenada no menino é energia ____; a energia armazenada no elástico esticado é energia ____ e a energia da pedra em movimento é energia ____.

As palavras que completam corretamente a frase são:

a. cinética; térmica; química.
b. mecânica; química; térmica.
c. química; potencial; cinética.
d. térmica; magnética; mecânica.
e. magnética; mecânica; potencial.

53. As usinas hidrelétricas são responsáveis por aproximadamente 20 % da energia elétrica do nosso planeta.
No Brasil, elas respondem por 90 % do fornecimento da eletricidade. Comparando-se a energia gerada por uma hidrelétrica com a energia obtida pela queima do petróleo, percebemos a vantagem da utilização das hidrelétricas porque elas são fontes de energia

a. instáveis, produzem eletricidade limpa e só funcionam em áreas ensolaradas.
b. renováveis, produzem eletricidade de forma limpa e barata.
c. renováveis, poluidoras, caras e funcionam em todas as áreas.
d. instáveis, poluentes e produzem eletricidade cara.
e. instáveis, produzidas com equipamentos barulhentos e poluidores.

54. Todos os seres vivos aeróbios consomem oxigênio e glicose para efetuar, com a energia resultante desse processo, suas atividades metabólicas.
Nesse caso, os vegetais

a. respiram durante a noite e fazem fotossíntese durante o dia.
b. fazem fotossíntese ao Sol e respiram durante os dias nublados.
c. respiram e fazem fotossíntese de noite e de dia.
d. respiram de dia e de noite e fazem fotossíntese durante o dia.
e. fazem fotossíntese de dia e de noite e à noite respiram.

55. Rosa precisa comprar uma lâmpada para substituir a que queimou. Observando a lâmpada queimada, encontrou a inscrição: 40 W - 127 V. Consultou seu livro de Ciências e descobriu que, quando submetida a uma tensão de 127 V, a lâmpada transformará, em cada segundo, 40 J de energia elétrica em luz.
Em um catálogo encontrou vários tipos de lâmpadas, como na tabela:


Rosa resolveu comprar uma lâmpada que fornecesse a menor iluminação possível para essa tensão. Ela escolheu, portanto, a lâmpada

a. 1.       b. 2.       c. 3.       d. 4.         e. 5.

56. Para a propagação da luz não há necessidade de matéria, de forma que ela se propaga no espaço interestelar e também no vácuo.
Utilizada em Astronomia, a luz tem uma unidade de comprimento denominada ano-luz, que representa a distância que a luz percorre

a. na atmosfera, no período de um ano.
b. no vácuo, no período de 10 anos.
c. no vácuo, no período de um ano.
d. na atmosfera, no período de 10 anos.
e. no vácuo, no período de 100 anos.

57. Em São Paulo são produzidos 500.000 jornais. Cada jornal pesa cerca de 200 gramas. Para produzir 1.000 kg de papel são necessárias 17 árvores. Então, para produzir 100.000 kg de papel para fabricar os jornais diariamente, são necessárias 1.700 árvores. É importante que toda a população tenha acesso às notícias, então, para diminuir o impacto dessa grande derrubada de árvores, a melhor alternativa é

a. reduzir o número de folhas por jornal.
b. replantar árvores, reutilizar os jornais e reciclá-los.
c. reduzir o número de jornais fabricados.
d. reutilizar as folhas como papel de embrulho.
e. diminuir a fabricação para uma edição semanal.

58. A finalidade da nutrição humana ocorre quando os nutrientes obtidos através da digestão são transportados para todas as células, onde são absorvidos e reagem com

a. o gás carbônico, liberando oxigênio e energia.
b. a energia, liberando oxigênio e gás carbônico.
c. o oxigênio, liberando energia e gás carbônico.
d. a energia, absorvendo oxigênio e gás carbônico.
e. o oxigênio, absorvendo gás carbônico e energia.

59. A molécula de água é representada por H2O, sendo que H é o átomo de hidrogênio e O é o átomo de oxigênio. Os átomos de hidrogênio estão ligados ao átomo de oxigênio. Se representarmos o átomo de hidrogênio por um círculo claro e o átomo de oxigênio por um círculo escuro, uma boa representação da molécula de água será


















60. Antônio tem um imã retangular com 10 cm de comprimento. Sua prima precisa de um imã de comprimento menor para uma experimentação. Antônio sugeriu quebrar seu imã ao meio, conforme o esquema:


Se o imã de Antônio tem os pólos, norte N e sul S, conforme o esquema, uma das partes do imã quebrado terá os pólos N e S, respectivamente, nas letras

a. B e A.      b. B e D.      c. B e C.      d. A e C.      e. A e B.

8 comentários:

  1. Por favor eu queria saber se tem as provas do senai resolvidas e aonde posso encontar!!
    Desde ja grato!!
    Bianca Aparecida

    ResponderExcluir
  2. Bianca Aparecida,

    Se você clicar na caixa SENAI, em nosso "site", vai encontrar 18 provas do SENAI comentadas pelo D.A. RESOLVE - o X da questão !

    Não resolvemos esta, apenas, que, em breve, estará comentada.

    Professores Coordenadores

    ResponderExcluir
  3. Por favor eu queria saber a questao 32, creio que esteja errada.

    ResponderExcluir
  4. gostaria de saber da questão 33, obrigado

    ResponderExcluir
  5. por favor eu queria saber da questão 21,obrigada....Verônica
    e-mail:veronicasilva75092@.ig.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verônica,

      para que possamos manter nosso site com todas as provas comentadas precisamos da ajuda de todos que nos acessa, por isso criamos a REDE DE ESTUDO COLETIVO.
      Contamos com sua participação com a doação de uma cota em qualquer pergunta desta prova. Se todos visitantes doarem uma cota, rapidamente, esta prova estará, totalmente, comentada.

      Professores Coordenadores

      Excluir
  6. Por favor eu queria saber da questão 31,obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,

      Sua questão será comentada, assim que atingir 6 cotas doadas. Participe e ajude doando uma cota.
      Veja como funciona clicando em NOVIDADE, ESTUDO COLETIVO.

      Excluir

Para confirmar seu interesse, informe a questão, o nome da prova, seu nome completo e e-mail pessoal.
Se preferir, mande-nos as informações para nosso e-mail: desafio.alfa@gmail.com .

DAXIANOS DO CONHECIMENTO - SEJA MAIS UM...

Professores Responsáveis

  • Prof. Edson Gallina
  • Prof. Reginaldo Nofoente Duran