NO ESPAÇO EM BRANCO, ABAIXO, COLOQUE ASSUNTOS DE SEU INTERESSE E PESQUISE.

VISITÔMETRO DO DAX

PROVA SENAI - CGE 2030 - SUPERIOR - 1º SEMESTRE 2011

A partir de hoje, 13 de janeiro de 2011, os professores especialistas do "Desafio Alfa" iniciaram comentários da Prova SENAI CGE 2030, realizada em 12/12/2010.  

Se você tiver interesse pelo comentário de alguma questão não resolvida desta prova, clique no link abaixo:

LÍNGUA PORTUGUESA

01. Leia atentamente o texto abaixo.

Essa mulher que se arremessa, fria    //     Es / sa / mu / lher / que / se ar / re / mes / sa / fria = 10 sílabas
E lúbrica em meus braços, e nos seios // E / lú / bri / ca em / meus / bra / ços / e / nos / sei / (os) = 10 sílabas
Me arrebata e me beija e balbucia     // Me ar / re / ba / ta e / me / bei / ja e / bal / bu / cia = 10 sílabas 
Versos, votos de amor e nomes feios.
Essa mulher, flor de melancolia
Que se ri dos meus pálidos receios
A única entre todas a quem dei
Os carinhos que nunca a outra daria.
(...)Vinicius de Moraes

De acordo com a definição de gêneros literários, o texto deve ser classificado como

a. dramático.      b. épico.      c. lírico.      d. dissertativo.       e. descritivo.

D.A. RESOLVE

A poesia de Vinícius de Moraes apresenta versos de dez sílabas, chamados decassílbos ou heroicos; são  considerados tradicionais, pois mantêm o mesmo número de sílabas em todos eles. Com rimas ricas, formados de palavras finais de categorias diferentes: fria (adjetivo) rimando com balbucia (verbo), com melancolia (substantivo), com daria (verbo); seios (substantivo) rima com feios (adjetivo) e com receios (substantivo). Com rimas preciosas, construídas com palavras de sonoridade combinada. Com rimas cruzadas, pois se apresentam em versos alternados em suas rimas.
Apresenta uma maneira apaixonada, poética, de sentir, de viver, com entusiasmo, com ardor, com exaltação, todo um lirismo, no entanto a protagonista brinca, diverte-se de ver o poeta sofrer por sua atenção e pelo amor incoparável ao dado às outras e se mantém insensível aos anseios do apaixonado.

Alternativa C.

02. Observe as frases abaixo:

I. Ignoro ____ ocorreu o blecaute ontem à noite.
II. Não o recebemos mais em nossa casa ____ ele se mostrou desrespeitoso e agressivo.
III. As experiências não deram certo ainda, ____ ?
IV. O diretor reuniu toda a equipe ____ haveria mudanças no setor.

Assinale a alternativa que preenche a sequência de lacunas corretamente.

a. porque – por quê – porquê – por que
b. por que – porquê – porque – por quê
c. por que – porque – por quê – porque
d. por quê – porque – porquê – por quê
e. porquê – por que – por quê – porque

D.A. RESOLVE


No período I., observa-se que a lacuna aparece, logo após um verbo transitivo, que é ignoro, ao qual se faz a pergunta: (eu) ignoro o que? R.: o motivo, que aparece subentendido, elíptico ou oculto.
Sempre que for necessário completar uma lacuna com porque, deve-se notar que, se vier logo após este tipo de verbo, deve-se usar POR QUE = PELO QUAL:  "Ignoro (o motivo) por que ocorreu o blecaute, ontem à noite.", ou seja, o blecaute ocorreu por motivo (=o qual) ignorado, ontem à noite. Trata-se, aqui do emprego da preposição POR + QUE (= O QUAL = O MOTIVO), pronome relativo.
No período II., qual foi o motivo, a causa, a razão de não se receber tal pessoa em casa? R.: pela falta de respeito e agressividade demonstrada por ela. Na lacuna, deve-se empregar a conjunção subordinativa adverbial causal, PORQUE. Esta conjunção serve para ligar orações e fazer com que elas se completem e formem um sentido, um entendimento.
No exemplo III., nota-se que a lacuna encerra o pensamento manifestado, vem antecipada por uma vírgula e, a seguir, aparece  um ponto de interrogação, encerrando o pensamento, deve-se usar POR QUÊ = POR QUAL MOTIVO. O circunflexo sobre a palavra QUE representa a palavra MOTIVO.
No período IV., qual foi o motivo, a causa, a razão de o diretor reunir toda a equipe? R.: Informar que haveria mudanças no setor. Na lacuna, deve-se empregar a conjunção subordinativa adverbial causal, PORQUE. Esta conjunção serve para ligar orações e fazer com que elas se completem e formem um sentido, um entendimento.

Alternativa C.

03. “Como ele errou muito, foi substituído. A oração destacada é

a. subordinada adverbial consecutiva.
b. subordinada adverbial causal.
c. coordenada explicativa.
d. coordenada conclusiva.
e. subordinada adverbial conformativa.

D.A. RESOLVE


Qual foi o motivo, a causa, a razão dele ter sido substituído? R.: PORQUE (= COMO) errou muito. Na lacuna, deve-se empregar a conjunção subordinativa adverbial causal, PORQUE, tendo o mesmo papel, o mesmo efeito de COMO. Esta conjunção serviu para ligar as duas orações e fazer com que elas se completassem e formassem um sentido, um entendimento. Embora a conjunção COMO inicie o período, pois se pretendeu focar o motivo, a causa, a razão, de imediato, continua ligando as orações e se percebe ao mudar a ordem delas: Ele foi substituído PORQUE errou muito. Nesta nova ordem, não ocorrerá um bom entendimento com a conjunção COMO, que deve ser trocada por PORQUE. A oração que a tem, precisa da outra que é a oração principal: "... foi substituído.", daí, considerar-se subordinada. Por indicar o motivo, a causa, a razão, recebe o nome de causal.

Alternativa B.

04. Considere os provérbios:

I Uma andorinha só não faz verão.
II Nem tudo que reluz é ouro.
III Quem semeia vento, colhe tempestades.
IV Quem não tem cão, caça com gato.

As ideias centrais remetem, respectivamente, a:

a. I - solidariedade II - aparência III - vingança IV - dissimulação
b. I - cooperação II - aparência III - consequência IV - adaptação
c. I - egoísmo II - ambição III - vingança IV - falsificação
d. I - cooperação II - ambição III - punição IV - dissimulação
e. I - solidão II - prudência III - punição IV - adaptação

D.A. RESOLVE

Por mensagem I, sugere-se que é melhor atuar pelo coletivo do que pelo individual, em boa parte das situações, é a intenção de ser solidário para poder somar, para compartilhar. O provérbio II propõe um cuidado, uma melhor visualização, uma melhor análise em relação aos objetos e aos seres em geral; pode ser empregado, ainda, referindo-se às atitudes das pessoas. A mensagem obtida com o provérbio III é que se deve fazer as coisas certas sem prejudicar ninguém, porque se houver algum prejuízo a alguém, mais cedo ou mais tarde, os resultados poderão não ser os mais favoráveis ao praticante. Sobre o provérbio IV, quem não conseguir algo por esforço próprio, deve contentar-se com o que tem e continuar buscando seu objetivo, desde que não se aproveite de algo ou de alguém. É um provérbio discutível, pois sugere, ainda, que se não for possível alcançar algo por bem, vai-se alcançar por mal? Será que vale a pena? Se não houver uma chave de fenda de medida certa para um ajuste correto de determinado parafuso, usa-se um martelo e boas marteladas vão fixá-lo? Essa é boa...

Alternativa B.

05. Leia os poemas abaixo.

Poema I 
A Rosa de Hiroxima 
Vinícius de Moraes
Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas
Mas oh não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroshima
A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rosa sem nada

Poema II
O navio negreiro
Castro Alves
(...)
Era um sonho dantesco... o tombadilho
Que das luzernas avermelha o brilho.
Em sangue a se banhar.
Tinir de ferros... estalar de açoite...
Legiões de homens negros como a noite,
Horrendos a dançar...

Negras mulheres, suspendendo às tetas
Magras crianças, cujas bocas pretas
Rega o sangue das mães:
Outras moças... mas nuas, espantadas,
No turbilhão de espectros arrastadas,
Em ânsia e mágoa vãs!

E ri-se a orquestra irônica, estridente...
E da ronda fantástica a serpente
Faz doudas espirais...
Se o velho arqueja, se no chão resvala,
Ouvem-se gritos... o chicote estala.
E voam mais e mais...
(...)

É correto afirmar que os poemas pertencem, respectivamente, aos seguintes movimentos literários:

a. Simbolismo e Romantismo.
b. Romantismo e Classicismo.
c. Modernismo e Romantismo.
d. Classicismo e Modernismo.
e. Modernismo e Simbolismo.

D.A. RESOLVE

Poetas falecidos e que muito enriqueceram a cultura de nosso País por suas inspirações, obras e mensagens. Vinícius de Moraes, viveu no século XX (nascimento em 1913 e falecimento em 1980), retratou nesta poesia as transformações, submissão e destruição por que os seres apresentados foram acometidos. Castro Alves, nasceu em 1847 e faleceu em 1871, filho de negro e branco, retratou, de forma veemente, a submissão e o tratamento dispensado aos escravos, fosse no seu transporte, como mercadorias e lançados nos porões dos navios, fosse no trabalho, nas casas dos senhores de posse. Um dos maiores expoentes de sua época, a de um Brasil já independente do jugo português, mas com poderosos que pretenderam e conseguiram comprar pessoas para seus privilégios. Modernismo - escola literária, correspondente a 4ª Era Nacional, a partir de 1922  e Romantismo, escola literária, correspondente a 1ª Era Nacional, de 1808 a 1868.

 Alternativa C.

06. Em “Além da incontinência verbal, a síndrome pode causar tiques nervosos...”, o sujeito é corretamente classificado como

a. indeterminado.      b. composto.      c. inexistente.       d. simples.        e. oculto.


D.A. RESOLVE

Para se localizar o sujeito de uma oração deve-se localizar, primeiramente, o verbo, neste caso, um conjunto verbal pode causar e fazer a pergunta o que pode causar...?. Observa-se que para a localização do sujeito de uma oração, a pergunta deve ser feita antes do verbo. O sujeito é a síndrome. Por ser formado de único núcleo (síndorme), caracteriza-se sujeito simples.

Alternativa D.

07. Observe os quadrinhos abaixo.


Fonte: http://niquelnausea.terra.com.br.

No quadrinho 3, a expressão “Ssshhhhhhhhhhhh!” é corretamente classificada como

a. onomatopéia.      b. substantivo.      c. adjetivo.       d. interjeição.       e. neologismo.


D.A. RESOLVE

Nota-se que os protagonistas encontram-se, em sala de aula, realizando uma prova ou uma tarefa com necessária concentração. Percebe-se, então, uma manifestação em voz alta (quadrinho 2), provocando a quebra de concentração, daí a expressão do quadrinho 3, exingindo silêncio, manifestada por som que teve melhor efeito do que por uma palavra: silêncio ! O que se tem é uma figura de linguagem, representada por som, em vez de palavras e que, sempre empregada, oferece melhores efeitos à comunicação, expressando com maior propriedade o que se pretende informar.

 Alternativa A.

08. Assinale a afirmação que constitui argumento válido para justificar a afirmação: “Na América Latina, o subemprego, produzido pelo mercado informal, é uma modalidade de desemprego.”

a. Fontes oficiais afirmam que a taxa de desemprego na América Latina não é maior do que a taxa de alguns países europeus.
b. Os prefeitos das cidades latino-americanas terão no desemprego seu maior problema.
c. Na Europa, o emprego informal é bem menor e a malha de proteção social bem maior do que a latino-americana.
d. É preciso que prefeitos e população se engajem num esforço que gere emprego e melhore as condições de vida.
e. No mercado informal latino-americano, o trabalhador, sem qualquer proteção social, ganha salários abaixo do mínimo.


D.A. RESOLVE

O texto está concentrado, em única região -- América Latina -- e não estabelece comparação com país ou continente algum. Procura retratar uma péssima situação, a da informalidade, sem apoio social e contratual algum, desprovida de benefícios quanto à securidade e quanto à legislação obrigatória pertinente para serviços e empregos.

Alternativa E.

09. Leia as afirmações abaixo, sobre a obra de Monteiro Lobato.

I Trata-se de uma literatura pedagógica por excelência, na qual o autor pretendia transmitir valores morais.
II É um canal de divulgação do nacionalismo ufanista do autor, defendendo as riquezas naturais e tradições do país.
III Mostra, além de histórias fantasiosas, uma grande preocupação em preservar a cultura brasileira, divulgando nosso folclore.
IV Faz uma crítica ao abandono das populações interioranas, atingidas duramente pela decadência da cultura cafeeira.

Em relação à literatura lobatiana dedicada às crianças, é correto o que se afirma

a. apenas em I e II.
b. em I, II e III.
c. em III e IV.
d. apenas em III.
e. apenas em IV.

D.A. RESOLVE

Monteiro Lobato, nascido em 1882, em Taubaté e falecido em 1948, em São Paulo, deixou-nos vasta obra literária: Urupês, Cidades Mortas, Negrinha, mas as que mais o consagraram foram as integrantes da literatura infantil: O Sítio do Pica-pau Amarelo, Reinações de Narizinho, Caçadas de Pedrinho, Viagem ao Céu, O Saci, Emília no País da Gramática, Aritmética de Emília; eternizado por essas obras infantis, verdadeiro contador de histórias para crianças, empenhado pelos ensinamentos morais e pela edificação da bondade entre as pessoas, embora a esperteza ligeira, sutil e inocente de Emília. Procurou mostrar o simples, o singelo, o suave, predominando qualidades populares de pessoas e seres fantasiosos (Saci, Boitatá, a Cuca, etc.) e de inteligências protagonizadas pelo Visconde de Sabugosa, a inocência de Rabicó, as figuras destacadas de Dona Benta e Tia Anastácia. Outra personagem eternizada, o Jeca Tatu, retratando a dura verdade acerca da vida rural brasileira. Foi ele o primeiro manifestante sobre a existência de petróleo no Brasil, premonição que lhe causou grandes aborrecimentos pelo "considerado absurdo proferido".

Alternativa B.

10. Em certo trecho de “Memórias Póstumas de Brás Cubas”, o narrador diz o seguinte: ...“Isto não é romance em que o autor sobredoura a realidade e fecha os olhos às sardas e espinhas...” Pode-se afirmar que o autor faz uma crítica ao romance ____, defendendo a literatura ____.

As palavras que completam devidamente as lacunas são, respectivamente,

a. romântico e realista.
b. realista e romântica.
c. realista e naturalista.
d. naturalista e realista.
e. naturalista e romântica.

D.A. RESOLVE

"Memórias Póstumas de Brás Cubas", publicada em 1881, foi escrito por Machado de Assis, um dos maiores e mais consagrados escritores da literatura brasileira. Viveu de 1839 a 1908, no Rio de Janeiro. Órfão de pai, foi criado pela mãe e teve apoio aos estudos por representante da nobreza da época. Certamente, o maior escritor do período realista brasileiro.
O livro é uma narrativa em 1ª pessoa, feita por um defunto que resolve contar sua vida depois da morte, fazendo uma retrospectiva, pois parte de seu falecimento até chegar à infância. Com este livro, o autor muda, totalmente, as características da literatura brasileira vigente e retrata, com ironia, os benefícios obtidos pela alta sociedade carioca do século XIX.
Brás Cubas é o narrador e pelo fato de contar suas memórias, depois de falecido, resolve contá-las da forma mais conveniente, pois ao mesmo tempo que narra e é protagonista, faz-se brilhante observador dos acontecimentos e favorecimentos à elite da época.
O narrador, sempre pertenceu à classe burguesa, apaixonou-se por uma cortesã (= prostituta de luxo) e cobria-a de dinheiro e apreço. Ela, também, apaixonou-se por ele. Para que essa situação não tivesse continuidade, foi encaminhado à Europa, para estudar leis em Coimbra. Tanto lá como em seu retorno, sempre teve vida parasitária, sem interesse por afazeres.
A família enriqueceu com a fábrica de cubas, de tachos, mas não tinha tradição social. Faltava-lhe um destaque, um título. Torna-se deputado, mas medíocre. No entanto, tal condição valeu-lhe em privilégios.
Os temas desta obra e de suas outras fazem uma crítica às características da escola anterior - Romântica -, pois retrata a sociedade em seus bastidores, de forma realista. Realismo, escola literária, 2ª era nacional brasileira, predominou de 1868 a 1893 e Romantismo, escola literária, 1ª era nacional brasileira, aconteceu de 1808 a 1868.

Alternativa A.

11. Assinale a alternativa que completa corretamente as frases:

I. De ponta ____ ponta da rua, viam-se cartazes.
II. Estamos ____ procura de melhores oportunidades.
III. Agradeço ____ você pelas sugestões que me deu.
IV. A promoção será realizada de 27 ____ 29 de julho deste ano.

a. a - à - a - a
b. a - à - à - à
c. à - à - a - à
d. à - a - a - à
e. à - a - à - a

D.A. RESOLVE

A questão trata do emprego de preposição -- palavra empregada para ligar palavras -- e de crase - fusão da preposição a com o artigo definido feminino a / as. 
A preposição a pode ser trocada, na oração, por até, para, de, com, ou alguma outra, de acordo com o melhor efeito e sentido. O desdobramento da crase ( a + a ou a + as ) pode ser trocado por até a/as, para a/as, da/das, com a/as.
Com as trocas efetuadas e obedecidas às regras tem-se:
a) no período I, encontra-se a repetição da palavra PONTA e um espaço entre elas. Quando se tem palavras repetidas, com uma lacuna entre elas, formando uma locução, deve-se colocar, apenas, a preposição a, desconsiderando-se crase: ... ponta a ponta...;
b) a oração II apresenta locução feminina e toda locução feminina deve ser iniciada por a craseado: à procura de;
c) no período III, o verbo agradecer já tem por regência a preposição a; no entanto, por vir seguido do pronome de tratamento você, não será possível o uso de a craseado; o uso foi de preposição simples: ... a você...;
d) a oração IV apresenta uma lacuna entre as duas datas, estabelecendo um tempo final, determinado, estipulado; então pode-se colocar a palavra até que apresenta o efeito correto à oração. Neste caso, usa-se, apenas, a preposição a.

Alternativa A.

12. Leia o poema abaixo.

Poética

Estou farto do lirismo comedido
Do lirismo bem comportado
Do lirismo funcionário público com livro de ponto expediente protocolo e manifestações de apreço ao sr. diretor.
Estou farto do lirismo que pára e vai averiguar no dicionário o cunho vernáculo de um vocábulo
Abaixo os puristas
Todas as palavras sobretudo os barbarismos universais
Todas as construções sobretudo as sintaxes de exceção
Todos os ritmos sobretudo os inumeráveis
Estou farto do lirismo namorador
Político
Raquítico
Sifilítico
(...)
__ Não quero mais saber do lirismo que não é libertação.

Fonte: BANDEIRA, M. Estrela da Vida Inteira. Rio de Janeiro: J. Olympio, 2ª ed.,1970, p. 108.

De acordo com as informações transmitidas, é correto afirmar que o poema é

a. descritivo.      b. opinativo.      c. narrativo.        d. melancólico.          e. sentimentalista.

D.A. RESOLVE


Neste poema, Manuel Bandeira posiciona-se, faz crítica a muitos elementos, a imagens, a situações. Usa verbos na primeira pessoa do singular, significa que é ele quem emite opinião e quebra o maior número de paradigmas.

Alternativa B.

INGLÊS

Leia o texto abaixo e responda às questões 13 e 14.

Far-right fails to make predicted gains in elections

Pre-election opinion polls predicted big losses for the Socialists and big gains for the extreme right-wing FB Party. However, the opposite happened. Support for the far-right increased only slightly and the Socialists kept their share of the votes.
The Socialists were expected to lose votes because of a corruption scandal which led to the resignation of four senior socialist ministers, and because they had failed to deal with the problem of high levels of unemployment and rising crime.
Although voting is compulsory in Belgium, the electorate showed little interest in the election campaign. Many voters expressed disillusionment with politicians and said they would rather not vote. Only 26% thought most politicians were not corrupt.
Despite its unpopularity, the governing centre-left coalition of Socialists and Christian Democrats is expected to remain in power. It has a slim majority, having won 81 out of the 150 seats in the Chamber of Representatives. It is believed that its sucess is due, at least partly, to warnings from prominent Belgians, including the king, of the dangers of a victory by the farright.

Fonte: TAYLOR, Liz – International Express Intermediate. Oxford University Press, 1997.

13. De acordo com o texto, a palavra SEATS refere-se a

a. statements about a possible danger.
b. chairs.
c. positions.
d. places in parliament.
e. survey of public opinion.

D.A. RESOLVE

Neste texto, a palavra SEATS refere-se às posições políticas que serão ocupadas pelos eleitos.

Alternativa D.

14. O texto refere-se principalmente

a. aos democratas.      b. à oposição.      c. ao parlamento.      d. aos presidentes.       e. aos socialistas.

D.A. RESOLVE

O texto foca, principalmente, os socialistas e sua participação no governo belga.

Alternativa E.

15. Assinale a alternativa em que o pronome NÃO foi empregado corretamente.

a. I repaired it myself.
b. That’s mine.
c. I gave this book to she.
d. They’re yours.
e. She enjoyed herself very much.

D.A. RESOLVE

Neste caso, o pronome a ser usado seria HER (objective pronoun) e não o SHE (subject pronoun), pois o pronome correto estará na função de objeto, pois completa o sentido do verbo, não de sujeito, pois não indica quem faz a ação.

Alternativa C .

16. Assinale a alternativa em que todos os adjetivos têm sentido NEGATIVO.

a. kind - severe - striking
b. intense - bad-tempered - dignified
c. patient - generous - punctual
d. reliable - serious - creative
e. arrogant - moody - forgetful

D.A. RESOLVE

A única alternativa que apresenta três palavras de significado e efeito negativos é a alternativa E (respectivamente, arrogante - mau-humorado - esquecido).

Alternativa E.

17. Assinale a alternativa que apresenta ERRO de tempo verbal.

a. They are having dinner.
b. Susan works at Sun Computers.
c. We’ve written many books.
d. John lived in Brazil now.
e. I cook very well.

D.A. RESOLVE

A frase refere-se ao presente  (now = agora). Portanto, o tempo verbal correto a ser empregado é o presente (= lives).

Alternativa D.

18. A expressão destacada em “Sally takes the train and gets off at Victoria Station” é o mesmo que

a. descer.       b. tomar.      c. pular.      d. chegar.       e. subir.

D.A. RESOLVE

O verbo GET OFF, quando usado em colocação com transporte, significa descer ou desembarcar. Seus opostos: GET IN ou GET ON.

Alternativa A.

MATEMÁTICA

19. Se o arco de 20º de uma circunferência tem 
de comprimento, então o raio dessa circunferência mede











D.A. RESOLVE

O primeiro passo é esquematizar a situação descrita, vê-se:


Sabe-se, então, o comprimento do arco de uma circunferência completa (360°). O segundo passo é montar uma regra de três comparando o arco de 20° com o arco de 360°, tem-se:


Desta forma, o raio da circunferência tem 18 cm de comprimento.

Alternativa   A.

20. A tabela representa a distribuição dos salários dos empregados de uma empresa.


Se a empresa vai contratar um novo gerente cujo salário excederá em R$ 2.000,00 a atual média salarial dos empregados, então o salário oferecido será de

a. R$ 2.160,00.      b. R$ 3.080,00.       c. R$ 4.000,00.        d. R$ 5.000,00.       e. R$ 6.000,00.

D.A. RESOLVE

O primeiro passo é calcular a média salarial dos funcionários da empresa. Deve-se atentar ao fato de ser uma  média aritmética ponderada onde os pesos de cada salário são o número de funcionários que os recebe. O cálculo desse tipo de média é dado pela soma dos produtos dos salários pelos seus pesos dividida pela soma dos pesos. Tem-se:


Sabe-se, então, que a média salarial dos funcionários da empresa é R$ 1.080,00. O segundo passo é calcular o salário do gerente que dever ser R$ 2.000,00 maior que a média. Tem-se:


Sendo assim, a empresa oferecerá um salário de R$ 3.080,00 para o futuro gerente.

Alternativa B.

21. A solução da equação

é

a. x = -1.       b. x = 0.       c. x = 1.        d. x = 2.        e. x = 3.

D.A. RESOLVE

O primeiro passo é utilizar-se da propriedade da potenciação (que diz: o produto de potências de mesma base é dado pela potência dessa base e a soma dos expoentes) para destrinchar a equação. Tem-se:


Tem-se, agora, uma equação mais amigável. O segundo passo é calcular o valor numérico do colchete da equação, vê-se:


O terceiro e último passo é resolver a nova equação exponencial encontrada, tem-se:


Então, tem-se x = 1.

Alternativa C.

22. Uma empresa comprou 3 máquinas: A, B e C. Sabe-se que:

· a prestação da máquina A é paga de 30 em 30 dias.
· a prestação da máquina B é paga de 45 em 45 dias.
· a prestação da máquina C é paga de 60 em 60 dias.

Se a primeira prestação de cada máquina foi paga no mesmo dia, haverá a primeira coincidência de vencimento das três prestações após

a. 120 dias.      b. 180 dias.      c. 270 dias.      d. 360 dias.       e. 540 dias.

D.A. RESOLVE

O primeiro passo é identificar o conceito matemático envolvido no problema. Percebe-se que as prestações são pagas periodicamente em períodos diferentes. Para que ocorra a coincidência dos três períodos em um único dia é necessário se encontrar um período que seja múltiplo dos três outros períodos. Como a intenção é encontrar a primeira coincidência periódica o conceito matemático a ser empregado é o mínimo múltiplo comum (mmc).

Identificado o conceito matemático, o segundo passo é calcular o mmc de 30, 45 e 60, tem-se:


Desta forma, a próxima coincidência entre as prestações ocorrerá 180 dias após a primeira prestação.

Alternativa B.

23. A senha de um determinado cartão magnético bancário é uma sequência de 4 algarismos distintos, iniciando pelo algarismo 3 e finalizando pelo algarismo 2. O número máximo de tentativas que devemos fazer para acertar esta senha é

a. 42.        b. 48.        c. 56.         d. 72.         e. 90.

D.A. RESOLVE

O primeiro passo é identificar a quantidade de algarismo que podem ser utilizados nos dois espaços internos da senha do cartão magnético bancário. Os algarismos que se conhecem, são: 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9. Como a senha não pode conter algarismos repetidos (eles são distintos) 2 e 3 não poderão ser utilizados intermediariamente. Desta forma, são 8 os algarismos a serem utilizados.

O segundo passo é identificar o princípio de contagem a ser empregado no cálculo. Trata de um arranjo de 8 algarismos dois a dois. Arranjo devido a ordem dos algarismos ser importante na definição da senha e os mesmos serem distintos. Calcula-se:


Sabe-se, então, que são 56 as possibilidades de senhas para o cartão magnético bancário.

Alternativa C.

24. Numa lanchonete, Pamela comeu um pão de queijo, tomou um café e pagou R$ 3,00; Paola comeu um pão de queijo, um brigadeiro e pagou R$ 3,50 e Jeferson comeu um brigadeiro, tomou um café e pagou R$ 2,50. O preço do café foi de

a. R$ 1,00.      b. R$ 1,50.       c. R$ 2,00.       d. R$ 2,50.        e. R$ 3,00.

D.A. RESOLVE

O primeiro passo é identificar o pão de queijo, o café e o brigadeiro como incógnitas matemáticas, vê-se:


O segundo passo é traduzir as frases para a linguagem matemática, tem-se:


Sendo assim, o terceiro passo é montar um sistema de três equações do 1º grau com três variáveis (incógnitas) e resolvê-lo, tem-se:



Sabe-se, então, que o pão de queijo custou x = R$ 2,00, o café custou y = R$ 1,00 e o brigadeiro custou z = R$ 1,50.

Alternativa A.

25. A função que determina a queda de um corpo é dada por: d = 4,9 . t², onde d indica quantos metros o objeto caiu e t, o tempo de queda em segundos. O tempo que um atleta demorará para cair de um trampolim fixo, a 19,6 metros de altura, será de

a. 9 segundos.    b. 8 segundos.    c. 6 segundos.    d. 4 segundos.    e. 2 segundos.

D.A. RESOLVE

O primeiro passo é identificar os dados do problema, vê-se:


Observa-se, então, que foi dado o valor da função d = 19,6 m e a pergunta é, quanto tempo o objeto leva para cair esta distância?.

O segundo passo é, então, calcular o tempo de queda, segundo a função dada, tem-se:


Desta forma, o tempo de queda de um atleta que saltou de um trampolim de 19,6 m de altura é 2 segundos.

Alternativa E.

26. Uma ponte deve ligar os dois lados de um rio, como mostra a figura. Para executá-la, o engenheiro levantou os seguintes dados: BC = 60 m, BÂC = 50°. Para calcular a medida AB, deve-se realizar a seguinte operação:



















D.A. RESOLVE

O primeiro passo é identificar no triângulo retângulo (ângulo c = 90°) os catetos oposto e adjacente ao ângulo de 50°, e a hipotenusa (lado oposto ao ângulo de 90°). Vê-se:


O segundo passo é lembrar-se das relações trigonométricas do triângulo retângulo, tem-se:


Como é dado o valor do cateto oposto BC = 60 m e deseja-se saber o comprimento da hipotenusa AB, utiliza-se o seno de 50° para se encontrar a resposta. O terceiro passo, então, é calcular o comprimento de AB, tem-se:


O comprimento AB da ponte é dado pela expressão acima.

Alternativa A.

27. Numa estação do metrô, a plataforma é um arco de circunferência, com raio de 250 m, como indica a figura. Se cada vagão tem 20 m de comprimento, o valor máximo do vão (x, em metros) existente entre o trem e a plataforma pode ser calculado por meio da equação


a. 250 = x + 100.
b. 250² = (250 - x)² + 100.
c. (250 - x)² = 250² + 400.
d. (250 - x)² = 100 - x².
e. x² = 400 - (250 - x)².

D.A. RESOLVE

O primeiro passo é refazer o esquema acima com identificações mais precisas, vê-se:


Percebe-se que a corda AB é cortada pelo raio CD em seu ponto médio M. O raio CD é composto pela soma dos segmentos de reta y e x. Assim sendo, o triângulo ACM é retângulo no vértice M.
O segundo passo é encontrar uma expressão matemática que retorne o segmento de reta x. Para isso, utiliza-se o Teorema de Pitágoras, tem-se:


O terceiro passo é utilizar o raio CD = x + y como referência para substituir o valor de y na expressão matemática encontrada, tem-se:


Obtém-se, então, a expressão matemática que calcula o vão x entre o trem e a plataforma.

Alternativa B.

28. Num concurso pela televisão, uma carta será sorteada dentre 8.000 cartas recebidas.
Sabendo-se que 20 dessas cartas foram enviadas por um mesmo telespectador, a probabilidade desse telespectador ser sorteado é de

a. 0,15%.       b. 0,16%.       c. 0,20%.       d. 0,25%.       e. 0,28%.

D.A. RESOLVE

O primeiro passo é saber que o conceito de probabilidade é dado pela razão entre o número de eventos de sucesso S e o número de evento do espaço amostral (universo) U. Vê-se:


O segundo passo é calcular a probabilidade de um telespectador que concorre com 20 cartas (sucesso) ser sorteado em um universo de 8.000 cartas, tem-se:


Desta forma, a probabilidade de um telespectador que concorre com 20 cartas ganhar um sorteio em um universo de 8.000 cartas é de 25 %.

Alternativa D.

29. O número de múltiplos de 9 existentes entre os números 100 e 1.000, é

a. 42.       b. 56.       c. 64.       d. 86.        e. 100.

30. Três construtoras, A, B e C, associaram-se para construir um shopping. Investiram, respectivamente, dois, três e cinco milhões de reais. Se o lucro total foi de três milhões de reais e, supondo que ele será dividido de forma diretamente proporcional aos capitais investidos, pode-se afirmar que o lucro recebido pela construtora

a. A foi de dois milhões de reais.
b. A foi de um milhão e meio de reais.
c. B foi de um milhão de reais.
d. B foi de novecentos mil reais.
e. C foi de seiscentos mil reais.

FÍSICA

31. Duas polias, A e B, estão acopladas por uma correia resistente e inextensível e giram em movimento circular uniforme sem escorregamento. O raio da polia A mede 8 cm e o da polia B mede 10 cm. Se A gira numa frequência de 400 rpm, a frequência de rotação de B vale

a. 220 rpm.      b. 250 rpm.      c. 300 rpm.      d. 320 rpm.       e. 400 rpm.

D.A. RESOLVE

O primeiro passo é esquematizar a situação descrita, vê-se:


O segundo passo é utilizar o conceito de velocidade escalar do movimento circular uniforme para se calcular a frequência da polia B. Deve-se lembrar que como as polias estão acopladas por uma correia resistente e inextensível que não escorrega nas mesmas têm-se velocidades escalares iguais (velocidade B = velocidade A = velocidade da correia). Calcula-se:


Assim sendo, a frequência da polia B será de 320 rpm.

Alternativa D.

32. São misturados 200 g de água a 60ºC com 50 g de água a 40ºC. A temperatura final da mistura é
Dado: calor específico da água c = 1 cal/g ºC.

a. 50 ºC.       b. 52 ºC.       c. 54 ºC.       d. 56 ºC.        e. 60 ºC.

33. Se a diferença de potencial entre os pontos A e B é de 12 V, então os valores de i1 e R2, são, respectivamente,













34. Uma pedra de 5 kg cai de um prédio de 125 m de altura. Desprezando o atrito com o ar, a sua velocidade ao atingir o solo será de
Dado: g = 10 m/s²

a. 45 m/s.      b. 48 m/s.      c. 50 m/s.      d. 60 m/s.       e. 68 m/s.

35. Uma secção transversal de um condutor é atravessada por um fluxo contínuo de carga de 6 C por minuto, o que equivale a uma corrente elétrica de

a. 0,01 A.       b. 0,1 A.       c. 0,6 A.       d. 1,0 A.       e. 6,0 A.

36. A “balança de peixeiro” consiste em uma mola com um gancho na sua extremidade inferior, onde é colocado o produto que será comercializado. Se para um “peso” padrão de 0,5 kg a mola sofre um alongamento de 2 cm, então para um “peso” de 4 kg o alongamento da mola será de

a. 4 cm.        b. 6 cm.        c. 8 cm.         d. 12 cm.         e. 16 cm.

37. Para evitar a poluição sonora, devemos limitar dos sons

a. a altura.
b. a intensidade.
c. o timbre.
d. os batimentos.
e. o comprimento das ondas.

38. Dois blocos apoiados sobre uma superfície plana sem atrito sofrem a ação de uma força horizontal constante, de intensidade 100 N, como indica a figura. A aceleração, em m/s², adquirida pelos blocos vale


a. 5.        b. 7.          c. 8.          d. 10.          e. 12.

QUÍMICA

39. A equação CaC2 + 2H2O --> Ca(OH)2 + C2H2 representa a obtenção do acetileno nas condições normais de temperatura e pressão. Partindo-se de 2 kg de carbeto de cálcio, obtém-se
Dados: C = 12,0 ; Ca = 40,0 ; H = 1,0 ; O = 16,0.

a. 180 litros de acetileno.
b. 260 litros de acetileno.
c. 350 litros de acetileno.
d. 640 litros de acetileno.
e. 700 litros de acetileno.

40. O fósforo reage com oxigênio segundo a equação química não balanceada:


Os coeficientes dessa equação, após o balanceamento, serão, respectivamente,

a. 1, 5 e 1.       b. 2, 4 e 5.       c. 3, 5 e 1.       d. 4, 5 e 2.        e. 5, 3 e 2.

41. O número atômico do fósforo é 15. A família e o período que esse elemento ocupa na tabela periódica são, respectivamente,

a. 5A e 3º.       b. 4A e 4º.       c. 3A e 5º.       d. 2A e 2º.       e. 1A e 2º.

42. Em um laboratório químico, é necessário seguir algumas regras de segurança. Assinale a alternativa que apresenta um procedimento INCORRETO.

a. Para coletar solventes em geral, deve-se utilizar pipeta com auxílio de pêra.
b. Ao se preparar uma solução ácida, deve-se adicionar a água ao ácido.
c. Devem-se utilizar óculos de segurança ao se aquecer um tubo de ensaio.
d. É necessário utilizar, sempre, avental de algodão e cabelos presos.
e. Solventes orgânicos devem ser sempre manuseados em capela.

43. O nitrato de sódio é

a. uma substância simples.
b. uma substância composta.
c. um elemento químico.
d. uma substância orgânica.
e. uma mistura heterogênea.

44. O teflon é um polímero de

a. difluoretano.
b. etileno.
c. vinilbenzeno.
d. isopreno.
e. tetrafluoreteno.

45. A massa de 
átomos de K é




a. 2,17 g.        b. 19,5 g.        c. 78,2 g.        d. 117,3 g.        e. 156,4 g.

46. O sal de cozinha é constituído por cloreto de sódio. Em geral, os sais são obtidos pela reação de um ácido com uma base. Os nomes e fórmulas do ácido e da base que reagindo entre si formam o cloreto de sódio são, respectivamente,

a. hidróxido de sódio [Na(OH)2] e ácido cloroso (HClO2).
b. ácido clórico (HClO3) e hidróxido de sódio (NaOH).
c. hidróxido de sódio (NaOH) e ácido clórico (HClO3).
d. ácido clórico (HClO3) e hidróxido de sódio [Na(OH)2].
e. ácido clorídrico (HCl) e hidróxido de sódio (NaOH).

BIOLOGIA

47. Cada aminoácido possui uma carboxila e um grupamento

a. cetônico.     b. aldeídico.     c. fenólico.     d. amina.     e. amida.

48. Os animais clonados, como a ovelha escocesa Dolly, não têm pai nem mãe. Dolly foi criada fundindo-se um óvulo NÃO fecundado (do qual foi retirado o núcleo) com uma célula retirada da ovelha que foi copiada. A fusão foi implantada no útero de uma terceira ovelha.
Nesse processo, o clone é cópia

a. idêntica produzida sexuadamente.
b. não idêntica, produzida assexuadamente.
c. idêntica, produzida assexuadamente.
d. não idêntica, produzida por inseminação.
e. idêntica, produzida por mutação.

49. Através da fotossíntese, o CO2 é fixado e transformado em matéria orgânica. Depois, tanto os produtores como os consumidores, perdem carbono para o meio ambiente por meio da

a. fermentação.    b. excreção.    c. poluição.    d. respiração.    e. nitrificação.

50. Glóbulos vermelhos colocados em solução de baixa concentração (hipotônica) ganham água e, então, a membrana plasmática rompe-se. Nas células vegetais, o rompimento da membrana plasmática dificilmente ocorre, devido à alta resistência

a. do núcleo vegetativo.
b. do citoplasma gelatinoso.
c. da membrana nuclear interna.
d. da membrana plasmática interna.
e. da membrana celulósica externa.

51. Estima-se que o planeta Terra tenha 5 bilhões de anos de idade. Os gases presentes na atmosfera terrestre primitiva eram amônia (NH3), metano (CH4), hidrogênio (H2) e vapor de água (H2O). A condensação do vapor de água caía em forma de chuva sobre a crosta quente.

As moléculas de água formadas naquela época eram

a. diferentes das de hoje, praticamente na mesma quantidade.
b. diferentes das de hoje, em quantidade menor.
c. diferentes das de hoje, em quantidade maior.
d. as mesmas de hoje, porém em quantidade muito maior.
e. as mesmas de hoje, praticamente na mesma quantidade.

52. No rótulo de uma garrafa de refrigerante, Antonio leu:


Antonio pratica esportes e treina para competir. Seu médico insiste em que ele reponha os sais minerais perdidos através do suor, sem aumentar a ingestão de açúcares e NÃO ingerir bebidas com pH ácido. Com relação ao refrigerante descrito, Antonio deve

a. evitá-lo, porque contém poucos sais minerais e muito açúcar.
b. ingeri-lo, porque contém os sais minerais necessários e pouco açúcar.
c. evitá-lo, porque contém sais minerais em excesso e pH básico.
d. ingeri-lo, porque contém pouco açúcar e tem pH neutro.
e. evitá-lo, porque não contém açúcar e tem pH básico.

53. O acúmulo de resíduos orgânicos provenientes de folhas, galhos, raízes e restos de animais, proporciona o desenvolvimento de uma comunidade de detritívoros e decompositores especializada na sua utilização. A ação desses organismos leva à formação de um composto escuro, de odor típico, conhecido como húmus, cuja principal característica é a riqueza de nutrientes ____ liberados pela atividade decompositora de ____ e ____.

Assinale a a alternativa que contém as palavras que completam corretamente a frase.

a. minerais - vegetais - minerais
b. animais - vírus - vegetais
c. minerais - bactérias - fungos
d. vegetais - bactérias - vírus
e. vegetais - vírus - fungos

54. Do mesmo modo que os vírus de computador estragam programas inteiros e podem comprometer seriamente o disco rígido, tornando-o imprestável, os vírus biológicos funcionam como verdadeiros hackers da célula. Para executar o seu ciclo de vida, os vírus se tornam parasitas intracelulares obrigatórios porque

a. possuem organização celular, mas não têm envoltório nuclear.
b. possuem envoltório nuclear, mas não têm tecidos diferenciados.
c. são destituídos de cápsula protéica que envolve o material genético.
d. a falta de hialoplasma e ribossomos impede que eles tenham metabolismo próprio.
e. não apresentam ácidos nucléicos (DNA ou RNA) em suas células, o que os torna inativos.

HISTÓRIA

55. Durante a campanha para as eleições presidenciais de 2002, a situação econômica nacional foi fortemente marcada por

a. controle da inflação e grande emissão de títulos públicos.
b. diminuição da taxa de desemprego e do déficit orçamentário governamental.
c. aumento da inflação e desvalorização do real em relação ao dólar.
d. queda da taxa básica de juros e aumento do consumo.
e. crescimento das exportações e valorização do real em relação ao dólar.

D.A. RESOLVE


Embora os anos de FHC sejam, de uma forma geral, marcados pela valorização da moeda e o controle da inflação, ao fim de seu mandato, a inflação voltava a atingir níveis preocupantes e o real se desvalorizava em relação ao dólar.

Alternativa C.

56. O Congresso de Viena, reunido em 1815, pode ser considerado uma ameaça aos ideais burgueses da Revolução Francesa, porque

a. os monarcas das grandes potências européias tentaram restabelecer a situação política existente na época do Antigo Regime.
b. Áustria, Rússia e Prússia insistiam em basear suas ações governamentais nos ideais do Iluminismo.
c. na Inglaterra e na França estavam se fortalecendo os movimentos socialistas em defesa dos direitos das classes operárias contra a burguesia.
d. as principais nações da Europa passaram a adotar os princípios do anarquismo, suprimindo toda e qualquer forma de governo e de liberdade.
e. Portugal e Espanha estavam reprimindo revoluções liberais que eclodiam em vários pontos da Península Ibérica e em suas colônias americanas.

D.A. RESOLVE


O Congresso de Viena, realizado após a derrota de Napoleão, foi uma tentativa de restaurar a situação européia anterior à Revolução Francesa e à expansão napoleônica.


Alternativa A.

57. As colunas I e II referem-se à América Latina, a partir de 1970.


Assinale a alternativa que apresenta a associação correta entre os países (Coluna I) e suas características (Coluna II).

a. 1B; 2D; 3C; 4A.
b. 1A; 2B; 3D; 4C.
c. 1D; 2C; 3B; 4A.
d. 1C; 2A; 3B; 4D.
e. 1D; 2C; 3A; 4B.

D.A. RESOLVE

Rara questão sobre a história recente de países da América do Sul, o que geralmente traz dificuldades aos candidatos. No entanto, não é uma questão difícil, exigia apenas a identificação de personagens ou fatos marcantes de cada um destes países.


Alternativa E.

58. Para muitos historiadores a tomada da Bastilha, em julho de 1789, representa o grande marco da Revolução Francesa, pois

a. significou a queda do poder por ela simbolizado.
b. provocou o fortalecimento da nobreza e do clero.
c. promoveu a libertação do povo e do terceiro estado.
d. representou o fim dos privilégios da nobreza feudal.
e. consolidou os ideais de liberdade e igualdade social.

D.A. RESOLVE

A Bastilha era uma antiga prisão onde, geralmente, eram encarcerados presos políticos. Embora seja questionável em quanto o episódio tenha sido, efetivamente, determinante no processo revolucionário, a bastilha era um símbolo do absolutismo francês e o episódio simboliza a revolta da população contra a ordem vigente.

Alternativa A.

59. O coronelismo, fenômeno político característico da República Velha no Brasil, pode ser definido como

a. uma organização política de caráter urbano para apoiar os governadores.
b. a influência militar exercida por meio de sucessivas medidas de força.
c. um movimento semelhante ao tenentismo, reivindicando eleições livres.
d. o controle político e eleitoral exercido por grandes proprietários de terras.
e. uma política de troca de favores entre o governo e o setor militar.

D.A. RESOLVE

Os coronéis eram grandes proprietários rurais que dominavam o poder político, nos municípios rurais. A base de sua força política era o controle que exerciam sobre o eleitorado de seu município, através do “voto de cabresto” (= algum favorecimento proporcionado a algum solicitante e em contrapartida sua dependência aos interesses políticos do coronel).

Alternativa D.

60. Considere o texto a seguir.

“(...) artesãos profissionais confeccionavam ferramentas, armas, artigos de couro, tecidos, roupas, calçados e muitas outras coisas de uso geral. (...). Comerciantes (...) compravam e vendiam produtos locais e vindos de outras regiões. Taverneiros, aguadeiros, cavalariços, moleiros, açougueiros, carroceiros, donos e empregados de hospedarias, menestréis, mendigos e prostitutas eram outros grupos comuns. Eram, na maioria, servos dispostos a encontrar outro meio de vida que não a agricultura.”

Fonte: adaptado de FERREIRA, José Roberto Martins. História. SP: FTD, 1997, p.13.

A descrição acima se refere

a. ao período final do Império Romano, quando os bárbaros invadiram suas fronteiras e impuseram um novo estilo de vida.
b. à sociedade organizada nos Estados Unidos, na segunda metade do século XVIII, após o término do pacto colonial entre a Inglaterra e suas treze colônias na América.
c. às cidades medievais que passaram a existir ou a se desenvolver pelo incentivo comercial, a partir da segunda metade do século XI.
d. às cidades que, após a unificação alemã e italiana, na segunda metade do século XIX, conheceram um período de vertiginoso crescimento e desenvolvimento.
e. à Revolução Industrial, em que a burguesia concentrou a riqueza e os trabalhadores mudaram-se para o campo.

D.A. RESOLVE


O texto retrata as características e a nova dinâmica das cidades medievais, a partir da Baixa Idade Média, com o revigoramento do comércio e do artesanato.

Alternativa C.

61. As civilizações antigas legaram ao mundo ocidental contribuições marcantes no campo das artes, das ciências e da política, entre outras. Assinale a afirmativa correta.

a. O alfabeto usado na maior parte dos países ocidentais teve origem na escrita hieroglífica utilizada pelos egípcios e decifrada pelo francês Champollion, no século XIX.
b. Conhecimentos descobertos por persas e mesopotâmicos, na Antiguidade, foram resgatados e contribuíram para o desenvolvimento e crescimento da biotecnologia e da engenharia genética, no século XVIII.
c. As religiões monoteístas, que caracterizam a cultura ocidental, são uma mistura de elementos existentes nas religiões praticadas, na Antiguidade, pelos egípcios, persas e gregos.
d. A pintura feita pelos impressionistas, a partir do século XIX, copiou o modelo de figura humana representada pelos egípcios, mostrando a cabeça de frente e os pés de perfil.
e. Um dos maiores legados da Antiguidade, para o mundo ocidental, foi o Direito Romano, que institucionalizou os princípios básicos da vida em sociedade e da existência do Estado.

D.A. RESOLVE


O Direito Romano tornou-se, na maioria dos países ocidentais, a base do direito civil contemporâneo e é, sem dúvida, umas das contribuições mais marcantes da Antiguidade. No entanto, cabe ressaltar que existem teorias que apontam para uma forte influência das religiões antigas orientais na formação das religiões monoteístas.

Alternativa E.

62. Considere as afirmações abaixo.

I. Para as elites da América espanhola, representadas pelos criollos, o importante era romper com a metrópole monopolista, que dificultava as transações mercantis, sobretudo com a Inglaterra, principal pólo econômico do mundo.
II. Para os colonos, a coroa restringia os setores produtivos, além de limitar o acesso aos cargos administrativos e políticos.
III. Para a Inglaterra a independência das colônias eliminaria as barreiras monopolistas comerciais, ativando novos mercados, indispensáveis ao progresso industrial.

Fonte: VICENTINO, C. História Geral, São Paulo: Scipione, 1997, p. 319.

Com base nas afirmações, é correto afirmar que serviu de base ideológica para o processo de independência da América espanhola o

a. socialismo utópico e marxista.
b. liberalismo econômico e político.
c. despotismo esclarecido inglês.
d. nacionalismo protecionista local.
e. imperialismo econômico e cultural.

D.A. RESOLVE

O liberalismo econômico contribuía para a crítica ao pacto colonial, a partir de seu ideal de liberdade comercial. O liberalismo político fortalecia a crítica aos privilégios dos “chapetones” (= elite administrativa de origem espanhola), bem como à submissão ao controle metropolitano.

Alternativa B.


GEOGRAFIA

63. O clima é quente e a variação anual da temperatura não ultrapassa 6ºC; as chuvas são abundantes e bem distribuídas durante todo o ano. (...) Nesse ambiente de calor e umidade, desenvolve-se a maior variedade vegetal do planeta. A floresta sempre verde forma um emaranhado quase compacto, onde sobressaem árvores com até 50 metros de altura.

Fonte: adaptado de MOREIRA, I. Espaço geográfico: geografia geral e do Brasil. São Paulo: Ática, 2002, p. 193.

O texto apresenta características climato-botânicas

a. da Amazônia e da região centro-norte da Austrália.
b. da Amazônia e da região centro-ocidental da África.
c. do Pantanal Mato-Grossense e do sul da América do Norte.
d. do Planalto Central e do norte da África.
e. da Campanha Gaúcha e do sudeste asiático.


D.A. RESOLVE
   
A descrição remete ao clima equatorial úmido. Além da Floresta Amazônica, uma outra área com as mesmas características climato-botânicas é a região centro-ocidental da África.


Alternativa B

64. Analise o gráfico a seguir.


Fonte: MAGNOLI, Demétrio. Geografia Geral e do Brasil. SP: Moderna, 1996. p. 169.

Pelos dados acima, é correto concluir que

a. o total do valor da produção industrial das regiões Norte e Centro-Oeste, em 1970, era bastante significativo para o país.
b. no período compreendido entre 1975 e 1985, a região Centro-Oeste foi a que apresentou maior aumento no valor da produção industrial.
c. em 1975, o valor da produção industrial das regiões Sul, Nordeste, Norte e Centro-Oeste correspondia, aproximadamente, a 24% da produção industrial do país.
d. entre 1970 e 1985, a região Nordeste foi a que teve o menor crescimento no valor da produção industrial.
e. comparando-se as cinco regiões brasileiras, a Sudeste destaca-se como a que mais aumentou o valor da produção industrial, entre 1970 e 1985.

D.A. RESOLVE

Questão que exigia apenas uma correta leitura do gráfico. Somando-se os valores das produções industriais das regiões Sul, Nordeste, Norte e Centro-Oeste em 1975, atinge-se 23,7% da produção nacional.

Alternativa C.

65. Assinale a afirmativa correta sobre o fenômeno da globalização.

a. Na prática, o processo de globalização tem conseguido atingir seus objetivos de aumento da produtividade em geral, melhoria do bem-estar dos cidadãos e redução das disparidades entre as nações.
b. A integração dos mercados, um dos efeitos positivos da globalização, tem sido favorecida pelas decisões tomadas nas reuniões da Organização Mundial do Comércio (OMC).
c. Nas últimos duas décadas, como resultado do processo de globalização, os países ricos têm fortalecido o seu comércio externo, com a abertura de novos mercados para seus produtos de alta tecnologia.
d. Com a globalização, os países pobres estão dando um verdadeiro “salto tecnológico”, conseguindo produzir bens que superam em qualidade os concorrentes do mercado internacional.
e. Tem sido característica marcante do processo de globalização, nas últimas décadas, a existência de governos, empresas, movimentos sociais e até mesmo indivíduos cada vez mais independentes.

D.A. RESOLVE

Questão complicada porque envolve certo grau de juízo de valor. Por exemplo, a alternativa B, aos olhos de um economista liberal, poderia ser considerada correta, enquanto a mesma alternativa, aos olhos de um defensor do protecionismo, pode ser considerada errada. Isto porque a alternativa qualifica a integração dos mercados como um “efeito positivo”, ou seja, atribui um juízo de valor.
A alternativa C aponta um efeito concreto que o processo de globalização desencadeou nas duas últimas décadas: países ricos conseguiram aumentar suas exportações de produtos de alta tecnologia, inclusive ampliando seus mercados.

Alternativa C.

66. Leia o trecho: 

(...) “Desta vez, o racismo volta-se contra o estrangeiro, símbolo do intruso ou invasor. A intolerância retorna sob nova forma (...) Defende-se o direito que cada um tem de ser diferente, mas com um sentido discriminatório: cada um no seu lugar, cada povo em seu país. (...) O preconceito emerge como reação à crise econômica. Para a instabilidade mundial e para a pressão demográfica, aponta-se logo o inimigo – o imigrante pobre – pelo fato de estar disputando o mercado de trabalho.”

Fonte: adaptado de CARNEIRO, M. L. T. O racismo na história do Brasil - mito e realidade. Editora Ática, 1996.

O racismo a que se refere a autora está associado

a. ao crescimento econômico provocado pela globalização.
b. à retomada por parte dos europeus das teorias de raça pura nazista.
c. à diminuição do ritmo de crescimento populacional nos países ricos.
d. aos fluxos migratórios dos países pobres para os países ricos.
e. ao estranhamento cultural ocorrido na chegada dos imigrantes europeus.

D.A.RESOLVE


O alvo do racismo de que trata o texto é, justamente, o migrante que sai de um país pobre para um país rico, em busca de melhores condições de vida.


Alternativa D.

67. Observe o mapa para responder à questão.


Fonte: Adaptado de FERREIRA, M. G. L. Atlas Geográfico. São Paulo: Moderna, 1998, p. 82-3.

Assinale a alternativa que identifica, correta e respectivamente, os números da legenda do mapa.


D.A. RESOLVE

A questão foi formulada de um jeito que bastava acertar um problema ambiental da legenda para encontrar a alternativa correta, o que facilita bastante a vida do candidato.


Alternativa E.

68. Observe este mapa.


Fonte: MOREIRA, I. Construindo o espaço do homem. Editora Ática, vol. 1, 1999, p. 90.

As áreas escuras no mapa representam

a. escudos cristalinos.
b. grandes planícies brasileiras.
c. bacias sedimentares.
d. domínio do cerrado.
e. dobramentos modernos.

D.A. RESOLVE


As áreas escuras correspondem aos Escudos Cristalinos da estrutura geológica brasileira.


 Alternativa A.

69. A eliminação de muitos postos de trabalho que não serão recuperados mesmo que haja crescimento econômico é um fenômeno mundial, sendo o desenvolvimento tecnológico uma de suas causas. No Brasil, tem sido notado especialmente a partir do ano 2000, na região Sudeste. A esse fenômeno dá-se o nome de

a. terceirização dos postos de trabalho.
b. desemprego estrutural.
c. processo de privatização.
d. economia informal.
e. terceirização da atividade econômica.

D.A. RESOLVE

O enunciado corresponde, exatamente, à definição do termo “desemprego estrutural”.


Alternativa B.

70. A organização do espaço brasileiro

a. teve origem na economia colonial desenvolvida entre os séculos XVI e XVIII, que privilegiava a produção artesanal para o mercado externo, em detrimento de outras atividades produtivas.
b. é produto da má qualidade do solo das regiões Sudeste e Sul, inadequado para o desenvolvimento de atividades que pudessem gerar lucros compensadores no setor agropecuário.
c. é efeito da exploração de alguns produtos agrícolas e minerais, como a cana-de-açúcar, o ouro, o diamante e o café, que tinham maior valor e procura no mercado externo do que interno.
d. é fruto da combinação das relações de poder entre os engenhos açucareiros nordestinos do século XVI com as oligarquias cafeeiras emergentes a partir do século XVIII.
e. é resultado da implantação, no século XIX, de uma economia baseada na importação de minerais para fabricação e exportação de produtos industriais que os europeus não possuíam.

D.A. RESOLVE


A organização do espaço brasileiro, que faz do litoral e de suas áreas próximas às regiões de atividade econômica mais dinâmica, remete ao passado agroexportador com origens no período colonial. Por ser a produção colonial de açúcar uma atividade agromanufatureira (envolvendo o plantio da cana e a produção do açúcar), não é errado classificá-la como artesanal. Por isso a questão A também pode ser considerada correta.


Alternativa oficial C. Para Desafio Alfa as alternativas corretas são C e A.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para confirmar seu interesse, informe a questão, o nome da prova, seu nome completo e e-mail pessoal.
Se preferir, mande-nos as informações para nosso e-mail: desafio.alfa@gmail.com .

DAXIANOS DO CONHECIMENTO - SEJA MAIS UM...

Professores Responsáveis

  • Prof. Edson Gallina
  • Prof. Reginaldo Nofoente Duran